sábado, 20 de janeiro de 2018

Que 'tiro' foi esse? SMTT anuncia reajuste de passagens de ônibus em SLZ

A Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) anunciou na manhã deste sábado (20), por meio de nota, o reajuste na tarifa de prestação do serviço de transporte público de São Luís.
O valor da passagem das linhas integradas passa de R$ 2,90 para R$ 3,20 e o das não integradas – atualmente de R$ 2,20 e R$ 2,50 – passa a ter preço único de R$ 2,70.
Os novos valores tarifários fixados por Decreto Municipal entram em vigor a partir da 0h de segunda-feira (22).
“A SMTT esclarece que o reajuste tarifário atende às regras do contrato de concessão do serviço. O último reajuste concedido às empresas que operam o sistema de transporte público da capital maranhense tinha ocorrido em março de 2016, há quase dois anos”, diz o comunicado. 
Blog do Gilberto Leda

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Quebra de concessão por parte de Edivaldo Júnior motiva aumento de passagem


O blog até chegou a produzir uma matéria mostrando que algumas empresas impedem melhorias no sistema. Na verdade é ao contrário: Edivaldo não vem cumprindo cláusulas do contrato e agora pode comprometer os avanços no setor. Entendam na matéria abaixo.

Em agosto de 2016, a Prefeitura de São Luís realizou processo de licitação do transporte público, com promessas de melhorias no setor. Nesse período, vários investimentos foram realizados pelas empresas e consórcios que operam na capital, com a compra de mais de 180 ônibus com ar condicionado; lançamento do aplicativo 'Meu ônibus' que está sendo um sucesso; e implantação de wifi em alguns coletivos, que visa levar mais um conforto ao usuário. 

Além disso, também já foi implantado o sistema de gestão de frota via GPS; implantação e manutenção do sistema de bilhetagem eletrônica; compra de veículos articulados, investimentos de mais de R$ 12 milhões e com um custo mais que o dobro de um coletivo convencional; e a frota hoje já estar adaptada conforme o que ficou estabelecido no certame, que permitiu todos estes avanços.

As mudanças no sistema são perceptíveis e nada melhor que a própria população para fazer essa avaliação. O problema é que todo esse avanço pode estar ameaçado. Isso porque a prefeitura resolveu descumprir cláusulas dos contratos de concessão que prevê reajustes anuais nas tarifas com base nos custos do setor, o que pode, inclusive, comprometer todas as ações de melhorias no sistema ao longo desses dois anos.

Em setembro 2016, o município não aplicou o reajuste anual das tarifas, que pelas regras da concessão, deveriam ter começado a ser aplicado naquele mês. No anexo 1 do Edital de licitação – projeto básico, estava previsto o reajuste de passagens do nível 1 para o nível 2, além da reposição de custos ao longo daquele ano, mas nada foi feito.

SALÁRIO, DIESEL E CUSTOS DA BURAQUEIRA

Nesse período, diversos foram os aumentos de custos para as empresas de ônibus como salários dos rodoviários, reajustados com a promessa de correção no contrato, mas nada feito. Como se não bastasse tudo isso, vieram ainda à tributação do diesel e dos insumos atuais do serviço. Sem os reajustes tarifários, segundo fontes do Sindicato das Empresas de Transporte – SET, as viações que operam na capital já caminham para um colapso e os atrasos de salários e benefícios já são situações que comprometem todo o sistema, o que pode fazer todo avanço conquistado se perder.

"Além de quebra de contrato por parte da prefeitura, não reajustar a tarifa representa uma ameaça ao equilíbrio econômico-financeiro das empresas e comprometimento dos avanços conquistados até aqui", revelou uma fonte do SET em contato com o blog.

Além do aumento no salário dos rodoviários, da tributação do diesel e dos insumos, ainda tem os altos custos com a manutenção da frota que foi praticamente destruída por um longo período, por conta de ruas e avenidas destruídas cheias de valas e buracos. Isso tudo, conforme relatos dos empresários, sem nenhuma recomposição ou ressentimento das perdas e acidentes gerados.

“As linhas da Cidade Operaria e adjacências estavam tão destruídas que especialistas da Volvo vieram em segredo e ameaçaram a perda das garantias de todos os veículos de fabricas”, completou.

SAÍDA PARA EVITAR IMPACTO NA TARIFA
    
Em janeiro deste ano todas as capitais sofreram reajuste nas tarifas do transporte público, recebidas às vezes com protestos e indiferenças. No entanto, no caso de São Luís o que se observa é algo diferente: a omissão da Prefeitura perante o setor o que é, no mínimo, curioso.

 De acordo com o SET, em setembro de 2017 seria a data-base para o realinhamento tarifário e a gestão municipal não parece preocupada com os problemas já aparentes do sistema, com paralisações, queda de investimentos e clamor da classe empresarial do setor por providências urgentes diante de grandes prejuízos acumulados.

Para buscar uma saída, segundo informações obtidas pelo blog, diversas tentativas de dialogo foram feitas e estudos foram realizados no intuito de conferir o correto valor da remuneração do serviço (tarifa de remuneração do contrato de concessão), a qual pode ser repassada integralmente ao passageiro (tarifa pública) ou parcialmente subsidiada pelo município como consta no edital. 

Segundo o estudo atual realizado por uma consultoria independente especializada no assunto, o valor da tarifa de remuneração do contrato de São Luís seria em torno de R$ 4,00, mas até o momento a prefeitura não apresentou solução ou debateu os custos dos investimentos cobrados na licitação.

"Hoje as empresas são concessionarias e ainda estão sendo tratadas como permissionárias, situação antes da licitação. A prefeitura descumpre o contrato de concessão, não dialoga em busca de soluções. O cumprimento das cláusulas contratuais é de grande importância porque garante o equilíbrio econômico-financeiro para a manutenção e continuidade dos investimentos", concluiu a fonte que aceitou se manifestar sem revelar sua identidade.

O blog fez uma analise dos pontos descumpridos pela prefeitura que compromete os avanços no transporte da capital. Confira:


1.   Após a licitação o município descumpre de forma patente e propositadamente o equilíbrio econômico do contrato;


2.   No Edital de licitação no anexo 1 – projeto básico estava previsto o reajuste de passagens do nível 1 para o nível 2, além da reposição de custos ao longo do ano de 2016, nada foi feito;


3.   Diversos foram os aumentos de custos como salários, reajustados com a promessa de correção no contrato e nada feito;


4.   A data para o SEGUNDO reajuste da tarifa de contrato foi vencida em 02/09/2016, os prejuízos se acumulam, mas o Prefeito está tirando proveito político do congelando da tarifa sem pagar as empresas, esse acumulo de passivo vai deixar de herança para o próximo Prefeito como fez o já falecido João Castelo com o VLT;


5.   Um ponto importante a esclarecer nesta licitação é que o Município resolveu desmembrar a TARIFA PÚBLICA, que aquela que será cobrada do usuário, hoje em R$ 2,90 e a TARIFA DE CONTRATO, que aquela que é cobrada pelas empresas para Prefeitura em função dos investimentos e custos que o Município definiu, um exemplo claro, é o acessório ar condicionado que encarece o ônibus em mais de trinta mil reais e maior consumo de combustível . Para melhor entendimento, exemplo: o preço das passagens cobradas do usuário em São Paulo – TARIFA PÚBLICA - é de R$ 3,80 (ver) de São Paulo, no entanto a Prefeitura paga para as empresas 6,50 – TARIFA DO CONTRATO, ou seja, a prefeitura de São Paulo paga de subsídio R$ 2,70 por passageiro transportado. Portanto o município de São Luís pode dar o preço que quiser nas passagens a serem cobradas dos usuários, mas terá de pagar a tarifa de contrato, que no caso de São Luís hoje está em R$ 3,94 desde o dia 02 de setembro de 2017, para a frota atual. Caso o Prefeito pretenda colocar mais 159 ônibus novos em 2018 o valor é de R$ 4,15, se ele vai cobrar do usuário é decisão política dele, porém tem de manter o equilíbrio do contrato senão as empresas não podem obter financiamento em contratos com prejuízos. Todos estes cálculos estão nas propostas que fazem parte do contrato;


6.   Outro ponto é a eficiência administrativa que o município vem deixando de lado, as gratuidades aumentam a cada dia, fraudes na meia passagem com vendas de matriculas para alunos que não frequentam as aulas é altíssima, o transporte irregular de passageiros, etc..., o que poucas pessoas sabem, é que não existe gratuidade e nem a meia, pois quem paga as passagens daqueles que não pagam são exatamente os que pagam.


quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Prefeito Zé Martins inaugura 62 kits santitários na comunidade de Ramal de Quindiua


No último domingo (14) foi de festa para os moradores da comunidade Quilombola de Ramal de Quindiua, a 12 quilômetros da sede do município de Bequimão. O prefeito Zé Martins, acompanhado de secretários municipais, vereadores, do vice-prefeito Magal, do deputado estadual Zé Inácio, lideranças quilombolas e comunitárias, entregou 62 kits sanitários às famílias da comunidade.

A prefeitura de Bequimão, por meio da Secretaria Municipal de Igualdade Racial, em parceria com a Fundação Nacional de Saúde (Funasa), construiu os 62 kits sanitários na comunidade de Ramal de Quindiua, com o intuito de melhorar a qualidade do saneamento básico no povoado. Com a implantação dos kits sanitários, a comunidade abre as portas para outras ações da prefeitura em parceria com o governo federal. Em agosto de 2017 o prefeito Zé Martins entregou um sistema de abastecimento de água através de uma parceria entre a prefeitura de Bequimão e Ministério da Integração, por meio da Sagrima.

Para a secretária municipal de Promoção da Igualdade Racial, Dinha Pinheiro, o município também ganha com essa distribuição. “A situação sanitária desse povo era uma calamidade pública. Hoje, graças ao prefeito Zé Martins, a população terá um lugar digno para fazer suas necessidades. Isso vai melhorar bastante a saúde dos moradores desta comunidade quilombola”, destacou.



A moradora de Ramal de Quindiua, Maria Amorim, uma das beneficiadas, falou da importância da construção dos kits sanitários. “A gente já precisava desses kits há muito tempo aqui na comunidade. É uma necessidade, é caso de saúde pública. Gostei bastante, vamos ter melhor higiene e vai facilitar nossas vidas”, finalizou.

O secretário municipal de saúde, Sidney Bouéres, destacou a importância da construção dos kits sanitários na comunidade. “A gente fica muito feliz em poder contar com a ajuda da administração em poder fazer com que a saúde funcione em Bequimão. E a política pública precisa ser focada na saúde, e os kits nos ajuda a trabalhar uma política de prevenção em nosso município”, disse Bouéres.

Para o presidente da Associação de Moradores de Ramal de Quindiua, João José, a comunidade entra de vez no século XXI. “Antigamente fazíamos nossas necessidades no mato, cavando buracos e outros moradores nem isso fazia. Com isso nossos animais acabavam se misturando e complicava nosso estado de saúde. Hoje eu acredito que todos estão felizes em poder receber esse kit sanitário”, finalizou o líder.

O deputado estadual Zé Inácio, destacou a importância dos kits e o trabalho do prefeito Zé Martins. “Eu parabenizo o prefeito Zé Martins pela luta constante, para que esta ação acontecesse no povoado, que é uma comunidade quilombola e que precisa de ações do poder público. Um kit sanitário deste, por mais simples que seja, representa muito para cada morador que vive aqui no Ramal de Quindiua”, disse.

Já o prefeito Zé Martins, mostrou sua satisfação em poder ajudar mais uma comunidade quilombola e já faz planos para outras ações em Ramal de Quindiua. “Eu fico muito feliz quando consigo entregar obras que beneficiam diretamente a vida de cada morador, principalmente na área da saúde e melhorando ainda mais a vida da população nas comunidades quilombolas. Nós estamos entregando hoje 62 kits sanitários, que vão beneficiar 62 famílias diretamente. Isso nos deixa feliz, porque o impacto é muito grande e melhora consideravelmente a saúde de nosso povo”, destacou o prefeito que diante da comunidade firmou o compromisso de construir novo poço para abastecer toda comunidade.


Creche comunitária pede ajuda para continuar funcionando em São Luís


A Escolinha & Creche Nossa Senhora da Conceição, está precisando de ajuda para continuar suas atividades com as crianças do bairro Vila Embratel. A creche funciona apenas com ajuda e doações de algumas famílias que participam do projeto de educar as crianças mais carentes da comunidade.

Com mais de vinte anos de funcionamento desde sua fundação, a instituição se mantém sobrevivendo de doações da comunidade, e o projeto inicial da creche surgiu para acolher as crianças das mães carentes que não tinham com quem deixar filhos e no contra-período de sua vida escolar, prevaleceu à solidariedade, auxiliando, assim, os pais e as mães que precisavam ficar o dia todo fora por conta do trabalho.  A Escolinha também tem como objetivo de oferecer um ensino que vai além da subsistência para 120 crianças cadastradas, mas funciona de forma precária.

Em 2015, a escolinha chegou  a receber melhorias, e entregue aos moradores do bairro da Vila Embratel, fruto de uma parceria do saudoso vereador Edmílson Jansen e lideranças locais, que atenderam aos apelos dos moradores.

O medo e a aflição de ter que fechar a creche por falta de apoio, toma conta de muitas mães de família, que fazem um apelo às autoridades e colaboradores. A Creche Escola fica localizada na Rua da União, no bairro da Vila Embratel , em São Luís. Contatos para doações e ajuda. (98) 987160405.


Hilton Gonçalo discute com Chico Carvalho possível aliança partidária para disputa eleitoral


Os diálogos visando à construção da candidatura ao Senado de Hilton Gonçalo vêm avançando. O prefeito de Santa Rita esteve reunido com o presidente do PSL no Maranhão, Chico Carvalho, e ambos discutiram a possibilidade de composição para a disputa eleitoral desse ano.  

Hilton Gonçalo está muito próximo de se filiar ao Avante e junto com Eduardo Braide (PMN), eles vêm mantendo um alinhamento para montar uma chapa com condições de chegar à vitória. Dessa forma, o prefeito de Santa Rita prossegue nas suas costuras em busca de mais aliados a esse projeto.

Durante o encontro com Chico Carvalho, Hilton Gonçalo ouviu que o PSL está livre para discutir qualquer aliança partidária no Maranhão, apesar da possibilidade de candidatura de Bolsonaro a presidência da República.

Hilton e Eduardo tem como objetivo garantir espaço na chapa majoritária para partidos diferentes e lideranças de todas as regiões do estado, garantindo a pluralidade.

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Anajatuba recebe nova ambulância para rede municipal de saúde


Em solenidade no Palácio dos Leões, em São Luís na manhã desta terça-feira (16), o prefeito municipal de Anajatuba, Sidney Pereira (PCdoB), recebeu uma ambulância do governo do estado.

O veículo possui duas macas, duas pranchas, um umidificador, cadeira de rodas, cilindro e bala de transporte para oxigênio. Estas ambulâncias estão equipadas de modo a serem usadas como Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e semi-UTI, e podem ser transformadas em Unidade de Suporte Avançado (USA).

Em conversa com Sidney, o governador Flávio Dino (PCdoB) anunciou investimentos para a cidade. Fizermos uma troca de investimentos, o governo iria liberar para o carnaval 2018, mas será convertido para a reformar do hospital municipal, sendo o valor do convênio para o carnaval seria R$ 100.000,00 (cem mil reais), para a reforma o governador liberaria R$ 300.000,00 (trezentos mil reais), e além da ampliação do matadouro da cidade no valor de R$ 800.000,00 (oitocentos mil reais).

Outro anúncio feito pelo governador foi a liberação de R$ 1.500.000,00 (um milhão e quinhentos mil reais) pra pavimentação asfáltica de mais 6 Km da estrada do Afoga, que vai beneficiar milhares de moradores é uma reivindicação antiga da população.

“A estrada do Afoga é bastante significativa e vai oferecer a infraestrutura necessária que vai ajudar nosso cidade a crescer, escoando a safra, criando rotas comerciais, enfim, levando desenvolvimento e melhores condições de vida para a população”, ressaltou o prefeito.

Zé Reinaldo exige Marcelo Tavares para desistir do Senado


Uma exigência do deputado federal Zé Reinaldo (sem partido), deve resultar em mais uma mexida no tabuleiro governista no jogo para a disputa eleitoral de 2018, principalmente, após o anúncio da filiação de Felipe Camarão ao DEM.

De acordo com as fontes, o parlamentar que está de malas prontas para o Democratas, estaria exigindo ao governador Flávio Dino (PCdoB) que a chapa majoritária para o governo do estado tenha como vice Marcelo Tavares (PSB). Essa seria a única e exclusiva condição para que ele, Zé Reinaldo, possa desistir de disputar o Senado e se dedique a sua reeleição de deputado federal.

A exigência já teria sido apresentada a Flávio Dino, que comprometeu-se em analisar ¨com carinho¨. Se aceitar, deve agradar a uns, mas desagradar outros, principalmente o atual vice-governador Carlos Brandão e o deputado federal, Cleber Verde, ambos do PRB, partido que recentemente declarou apoio ao comunista.

Desagrada, também, o deputado estadual Neto Evangelista (PSDB), que articula nos bastidores sua indicação, diante das dificuldades para disputar a reeleição após rompimento com a sogra e ex-prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge (PODE). Mas, segundo fontes palacianas, Evangelista terá que se contentar com a oportunidade da reeleição, caso contrário, será rifado. Mesmo assim, sua situação não será confortável, pois terá que disputar voto a voto com seus concorrentes a Assembleia Legislativa.

Já para Flávio Dino, diante dessa exigência, pode-se dizer que se correr o bicho pega, se ficar o bicho come. Trocando em miúdos, se não aceitar, haverá confusão das grandes na disputa ao Senado; se aceitar, também haverá confusão nas chapas proporcionais. Resta a ele apenas decidir qual dessas duas decisões causará menos dano.

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Sete partidos querem Hilton Gonçalo candidato em 2018 no Maranhão


O prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo (PCdoB) vem ganhando aspectos cada vez mais de novidade para as eleições deste ano. Fenômeno eleitoral de 2016, o comunista ainda não conseguiu conquistar os medalhões do partido para se cacifar como candidato por um cargo majoritário na disputa de outubro próximo, mas tem chamado a atenção de concorrentes, como PSDB e PMN.

Além de contar com o apoio popular e de vários empresários no estado, para observadores do cenário político no estado, Gonçalo carrega no nome um dos critérios mais almejados atualmente: o sentimento de renovação.


As desavenças internas no PCdoB apimentam ainda mais o assédio com outras legendas. Sabendo do potencial político do por enquanto aliado, o governador Flávio Dino atua como uma espécie de ‘bombeiro’ para apagar um possível ‘incêndio’ na aliança partidária com Gonçalo, que já colocou seu nome a disposição do PCdoB, mas a sigla prefere ignorar as pretensões do filiado.



Sendo assim, o caminho seria buscar outro partido. E opções não faltam. Além do PSDB e PMN, Hilton já recebeu convites de PEN, PRB, Avante e PSL que lhe ofereceram legendas para concorrer a um dos cargos majoritários no estado. Se o PCdoB não permitir sua candidatura a um dos cargos almejados pelo prefeito santa-ritense, restará a ele abandonar as hostes comunistas e buscar abrigo em outra sigla para colocar seus projetos políticos em práticas.

Empresas "nanicas" e "falidas" impedem melhorias no sistema de transporte


As constantes reclamações dos passageiros sobre o transporte público de São Luís motivaram o prefeito Edivaldo Júnior a realizar a licitação para o serviço com a esperança de melhoria no setor. Quase dois anos após a realização do certame, o que se vê nas paradas de ônibus, ainda são dificuldades dos usuários com a frota antiga, insatisfação popular e muita gente nas paradas que aguardam por coletivos que estão sempre atrasados.

Mas porque a situação dos usuários com o transporte público continua na mesma? A reposta é simples! As viações que operavam em São Luís foram às mesmas que venceram a licitação do Sistema de Transporte Coletivo. 

Talvez por esse motivo os problemas no setor persistem. Ou seja, empresas ‘nanicas’ e ‘falidas’ como Autoviária Matos, Viper Transportes, Viação Abreu, Patrol, Viação Aroeiras e São Benedito hoje Planeta, formaram com o Consórcio Upaon-Açu e vencem um dos lotes da licitação.


A chave para resolver a precariedade no transporte coletivo seria a tão falada licitação, mas os ônibus das empresas ‘nanicas’ e ‘falidas’ ainda são veículos velhos, que continuam quebrando e não possuem elevador. São esses mesmos problemas que antes prejudicavam os usuários de transporte que ainda persistem hoje. 

Para piorar ainda mais a grave situação, as companhias ainda enfrentam problemas com atrasos de pagamentos que já motivou até greve dos rodoviários. Na manhã desta terça-feira, um veículo do consorcio de empresas nanicas e falidas, quebrou na Avenida Guaxenduba, nas proximidades das Cajazeiras, no Centro. 

Além disso, um ônibus da empresa Autoviária Matos [também do Consórcio Upaon-Açu] foi apreendido por problemas de acessibilidade. São situações como essas que fazem a esperança por melhorias no transporte público virar pesadelo. Com a palavra, o secretário Canindé Barros (SMTT) e o prefeito Edivaldo Júnior! 

Flávio Dino vira “bombeiro” para apagar “incêndio” do PCdoB com Hilton Gonçalo



Um vídeo publicado pelo blog do jornalista Daniel Mendes mostrando o governador Flávio Dino (PCdoB) elogiando o prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo (PCdoB) e a sua esposa Fernanda Gonçalo (PMN) – prefeita de Bacabeira, durante a cerimônia de inauguração da duplicação do trecho de 11 quilômetros da BR-135, na última quinta-feira (11), evidencia o papel de ‘bombeiro’ do chefe do executivo estadual em apagar o ‘incêndio’ causado pelo PCdoB na eleição de 2016 com o prefeito santa-ritense.

Explico. Embora tenha sido eleito pelo PCdoB, Hilton Gonçalo teve muita dificuldade de levar um representante do portido para eventos políticos no pleito passado em sua cidade. O motivo? A esposa dele disputou a eleição em Bacabeira e tirou do próprio PCdoB – que apostou na reeleição de Alan Linhares – a chance de administrar a prefeitura bacabeirense.

Por isso Dino tornou-se uma espécie de ‘bombeiro’ de uma aliança partidária com Hilton. Age para isolar os aliados desencapados e conter as desavenças mais acesas. Os elogios do governador à prefeita bacabeirense, no vídeo abaixo, são alguns sinais disso.



Se o plano do governador era apagar o ‘incêndio’ da insatisfação no principal aliado da Região do Munim, vai precisar de muito entusiasmo. É que após o pleito municipal, Gonçalo passou a perceber a indiferença com a própria legenda comunista. E o resultado disso provocou uma reação no chefe do executivo santa-ritense que resolveu apoiar a eleição do deputado Eduardo Braide (PMN), no segundo turno em São Luís, contra a reeleição do prefeito Edivaldo Júnior (PDT), que tinha o apoio declarado do governador Flavio Dino.

O apoio a Eduardo Braide deu uma visibilidade maior a Hilton Gonçalo na Região Metropolitana e incomodou parte da base de Flavio Dino. No entanto, Gonçalo não venceu na capital, mas saiu vitorioso das urnas em municípios como Bacabeira, Santa Rita, Pastos Bons, Presidente Juscelino, Paço do Lumiar e varias outras cidades maranhenses.

Com a eleição de aliados no interior do estado, o prefeito santa-ritense se fortaleceu e anunciou o desejo de disputar um cargo majoritário em 2018, voltando a causar incômodo no Palácio dos Leões, principalmente em asseclas que têm vocação para bajuladores e capatazes dos seus senhores de ocasião.

Com um mandato em Santa Rita extremamente aprovado e atuando com seriedade, honestidade e eficiência, Gonçalo passou a ser reconhecido como um dos melhores gestores do Maranhão, inclusive, pelo próprio governador Flávio Dino.

Por tudo isso, muitos observadores do cenário político no estado consideram a pré-candidatura de Hilton Gonçalo legítima, pois possuem todas as credenciais para concorrer de forma paritária ou superior com os demais candidatos. Sem condenações ou processos na Justiça, o gestor santa-ritense é um dos nomes que representa o novo na política do Maranhão, mas alguns seguem incomodados com a possibilidade de uma verdadeira mudança no estado.

Hilton Gonçalo já colocou seu nome a disposição do PCdoB, mas a sigla preferiu não aproveitar esse quadro. Sendo assim, o caminho é buscar outro partido. Desesperados pela presença cada vez mais destacada do prefeito de Santa Rita na imprenísa, setores da mídia dinista tentam desconstruí-lo, num claro exemplo de que alguém teme mesmo enfrentá-lo em 2018.

Hilton Gonçalo segue incomodando


Desde que anunciou o desejo de disputar um cargo majoritário em 2018, o prefeito Hilton Gonçalo causa incômodo em asseclas do Palácio dos Leões, principalmente aqueles que têm vocação para bajuladores e capatazes dos seus senhores de ocasião.

Com um mandato em Santa Rita extremamente aprovado e atuando com seriedade, honestidade e eficiência, Hilton Gonçalo é reconhecido como um dos melhores gestores do Maranhão e isso também é dito pelo próprio governador Flávio Dino (PCdoB).

A pré-candidatura de Hilton Gonçalo é legítima e o mesmo possui todas as credenciais para concorrer de forma paritária ou superior com os demais candidatos.

Sem condenações e também processos na Justiça, Hilton Gonçalo é um dos nomes que representa o novo na política do Maranhão, mas alguns seguem incomodados com a possibilidade de mudança.

Hilton Gonçalo já colocou seu nome poderia ser pelo PCdoB, mas o partido preferiu não aproveitar esse quadro. Portanto o caminho do prefeito de Santa Rita deve avançar por outro partido…


segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Bloco da Imprensa promove segunda concentração em São Luís

Foto: Djalma Raposo

A Imprensa promove no próximo sábado (20), a partir das 17h, na Praça dos Catraieiros, situado na Praia Grande, no Centro Histórico de São Luís, a sua segunda concentração. A animação ficará a cargo do Tambor de Crioula de Mestre Felipe, Grupo de Pagode Feijoada Completa, Bloco Tradicional Os Foliões, Show de Carnaval da Mega Banda, Bateria da Favela do Samba, Show do Marco Duailibe e a Banda do Jegue Folia.

Considerado uma das tradições na capital, o Bloco da Imprensa apresentará ao público a rica diversidade cultural do carnaval, com marchas de carnaval, sambas enredos, pagode e sambas temas de blocos tradicionais.

O cordão carnavalesco da comunicação chega a sua 20ª edição e neste ano apresenta aos foliões o tema “Questão de Gênero, Número e Grau”.

Baile da Imprensa

A comunidade da imprensa realizará neste ano mais uma edição do seu já conhecido “Baile da Imprensa”. Neste ano, a festa carnavalesca será realizada no próximo dia 02 de fevereiro.

O baile que também reúne a comunidade em geral adepta ao tradicional carnaval irá ocorrer a partir das 19h na Casa do Maranhão, localizado na área central de São Luís.


Bloco da Imprensa abriu temporada pré-carnavalesca em São Luís

Imagens da Jornalista Jacieny Dias e do fotógrafo Djalma Raposo

Blog da Jacieny Dias- O primeiro dia do Bloco da Imprensa, em São Luís, no último dia 13, foi marcado pelo encontro. Encontro dos profissionais que trabalham na imprensa maranhense e que aproveitam a folia do Carnaval para, diferentemente do dia a dia do trabalho, apenas se divertirem ao lado dos colegas e amigos. O cantor Mano Borges (Manobloco), a bateria da Flor do Samba, o Bloco Tradicional Reis da Liberdade e a banda CarnaBoi foram alguns das atrações do primeiro dia de folia.

Sob a batuta de Joel Jacintho e Célio Sergio, o bloco este ano tem como tema “Questão de Gênero, Número e Grau”. O cordão carnavalesco, que concentra mas não sai, depois de passar pelo Centro, São Francisco e até na Avenida Litoranea, hoje se concentra na Praça dos Catraieiros, na Praia Grande. A brincadeira é aguardada com expectativa pelos jornalistas, blogueiros, radialistas, repórteres, cinegrafistas, fotógrafos e demais profissionais que vivenciam a comunicação local. Os organizadores merecem nossos parabéns por todos os anos proporcionarem esse momento à imprensa de São Luís.

Elogios

A primeira noite da temporada pré-carnavalesca da folia foi só elogios dos colegas. “Gosto do Bloco da Imprensa porque é sempre uma boa oportunidade de rever amigos que não encontramos com frequência ou que há muito não víamos. Além de ser pura animação”, disse a jornalista Mirlene Bezerra

E sob esse primeiro dia? “Muito organizado e com excelentes atrações. Um momento único de confraternização e de muita alegria’, garantiu a assessora de imprensa, Amanda Hellen

“O Bloco da Imprensa foi uma verdadeira explosão de alegria, um momento mágico e único, onde podemos nos divertir ao lado dos amigos comunicadores. Parabenizo a organização do bloco, em nome do Joel Jacintho, por este momento”, acrescentou o blogueiro Davi Max.

O Bloco da Imprensa foi fundado em 1998. Ele chega a duas décadas de existência, e resistência. Armaria! Fazendo as contas aqui, vi que brinco nesse bloco a bastante tempo. E tenho muitas fotos. Inclusive de quando fui eleita a Rainha da Imprensa e o Rei foi o saudoso colunista Benito Neiva (risos...).

Realmente o cordão dos comunicadores é um momento festivo, e único. E sabe o que é mais legal? Encontrar e reencontrar os colegas da comunicação. E nesse primeiro dia foram muitos encontros, inclusive aproveitei para falar com pessoas que vejo de relance ou que conheço apenas pelas redes sociais. Viva o Bloco da Imprensa!!  
















Radialista é assassinado a facadas em Coelho Neto


O locutor e radialista Francisco Ramyllson Barros, 19 anos, popularmente conhecido por Carlos Show, foi assassinado na madrugada da última segunda-feira, 15, nas proximidades da Igreja São Francisco, no Bairro São Francisco, em Coelho Neto.

Testemunhas contaram a equipe do Portal Coelho Neto, que ouviram gritos de pedido de socorro. Carlos Show saiu correndo com a mão no peito pedindo socorro, mais caiu logo adiante na pista da  MA-034.

Uma equipe do SAMU foi acionada, prestou os primeiros socorros ainda no local do crime e levou o locutor imediatamente para o Hospital Casa de Saúde e Maternidade, mas ele não resistiu e morreu.

A vítima trafegava em uma motocicleta C100 Biz de cor vermelha, com o assassino, chegando no local descrito acima, a vítima teria parado a moto e pelo que pode se perceber, Carlos teria retirado a chave do contato e jogado nas proximidades dificultando assim que fosse levado o veículo.

A chave foi encontrada horas depois nas proximidades onde estava caída a motocicleta. O que também se acredita que a vítima foi esfaqueada ainda quando estava em cima da mesma. Na ocasião, a vítima que estava com a moto e um aparelho de celular. O indivíduo pode não ter logrado êxito no roubo porque Carlos ainda conseguiu correr do local.

Uma ferramenta de grande relevância para tentar levantar quais foram os últimos contatos feitos pela vítima seria o celular, mas lamentavelmente após da entrada com o aparelho no hospital, o celular acabou sumindo. A polícia civil segue as investigações em busca do autor do crime que ainda não foi identificado. E agora também deverá investigar o sumiço do aparelho de celular da vítima, do Hospital Municipal.


sábado, 13 de janeiro de 2018

João Alberto é assassinado em Bacabal


O jovem Carlos Alberto Monteiro Gomes, 24 anos, conhecido como João Alberto, tinha várias passagens pela delegacia de polícia por roubos e furtos.

O mesmo foi vítima de 3 (três) disparos de arma de fogo na região do peito. O corpo dele foi encontrado na noite de sexta-feira, 12, sem vida em uma rua entre os bairros Vila Pedro Brito e Setúbal, em Bacabal.


Segundo informações, 2 (dois) homens em uma motocicleta chegaram e dispararam contra João Alberto.

Ele é sobrinho de Marinete Monteiro do Nascimento, “Kátia”, 42 anos, que foi assassinada dentro de casa no último dia 14 de dezembro Rua Santo Antônio, bairro Pedro Brito.

Não se sabe se a morte de João Alberto, tem ligação com o assassinado da Tia, ocorrido a quase um mês. Todas as hipóteses serão analisadas pelo delegado. 

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Bloco da Imprensa dá a largada neste sábado (13)

Os profissionais da comunicação em São Luís, mais uma vez, estarão brincando a temporada pré-carnavalesca. É que está tudo pronto para a primeira concentração do Bloco da Imprensa 2018, que vai acontecer nesse sábado, dia 13 de janeiro, em frente ao Bar do Porto, na Praça dos Catraieiros, na Praia Grande, no Centro Histórico de São Luís. 

Para a primeira concentração estão confirmadas as apresentações do Grupo de Tambor de Crioula de Leonardo, Pagode Sindicato do Samba, Bloco Tradicional ‘Os Reis da Liberdade’ (campeão do grupo A, do carnaval de 2017), Banda CarnaBoi (com Juarez Sousa e Nonato Silva), Bateria Explosão da Turma do Quinto (com Gabriel Melônio, Franklin Hudson e Alessandra Loba), Show de Mano Borges (Manobloco) e Banda da Confraria do Copo.

TEMA

O cordão carnavalesco da comunicação chega a sua 20ª edição, e a décima vez que acontece na área da Praia Grande, mais precisamente em frente ao Bar do Porto. ”Questão de Gênero, Número e Grau” é o tema do bloco para o carnaval 2018. Durante a festa, será feita homenagem póstumas ao repórter fotográfico Francisco Campos, que faleceu no final de 2017, e era um dos entusiastas do cordão da Imprensa. 

BAILE DA IMPRENSA

E como aconteceu o ano de 2017, mais uma vez terá o tradicional Baile da Imprensa, que vai rolar no dia 02 de fevereiro, sexta-feira magra de carnaval, na Casa do Maranhão, com entrada para os profissionais da imprensa e convidados, que só terão acesso com pulseiras. Nas prévias e no baile, o bloco conta com o apoio da Secretaria de Cultura e Turismo, que garante a programação cultural com envio das atrações e toda infraestrutura logística: colocação de palco, som, iluminação e segurança. 

 Bloco da Imprensa

Programação
Dia 13 de janeiro (Sábado)
17h00 – Tambor de Crioula de Leonardo
18h00 – Sindicato do Samba
19h00- Bloco Tradicional Reis da Liberdade
20h00 -Show Carnaboi
21h00 – Bateria da Turma do Quinto
22h00 – Show de Mano Borges
23h00 – Banda da Confraria


quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Diretoria Legislativa da Câmara apresenta demonstrativo de 2017


Responsável por um trabalho de grande responsabilidade e até estressante, a Diretoria Legislativa da Câmara Municipal de São Luís, subordinada diretamente à Presidência da Casa, acaba de apresentar o relatório demonstrativo do ano de 2017, onde movimentaram com 2.524 proposições. Estas são requerimentos, indicações, moções, projetos de lei, projetos de resolução, projetos de decreto legislativo, emendas a Lei Orgânica do Município e outras ações.

Tudo foi concretizado com a atuação e dedicação dos funcionários Jorge Luis Ferreira, assessor chefe, Maria Cosethy Souza, e sua equipe. Eles são os responsáveis pela ordem do dia, ou seja, a pauta que é apreciada pelos vereadores durante as sessões ordinárias e extraordinárias, além de zelarem para que não haja nenhuma falha no material colocado à disposição dos parlamentares.

A responsabilidade pelo labor técnico-legislativo a que se dedicam é compartilhada com Departamento de Consultoria Técnica e Processo Legislativo – Redação Final, Departamento de Deliberação, Departamento de Documentação e Arquivo e Departamento de Plenário.

No exercício de 2017 foram apresentados na Diretoria Legislativa 1.207 requerimentos, ou seja, solicitações onde os parlamentares se dirigem ao prefeito e órgãos da administração municipal, geralmente pleiteando serviços de infraestrutura, como asfaltamento e pavimentação de vias e outras. Destas proposituras tivemos 1.180 aprovadas e 27 em pauta.

Já 534 indicações, expedientes encaminhadas para os governos e organismos estaduais e federais, autarquias, outros órgãos e autoridades, o índice chegou a 534, com 528 merecendo aprovação e 06 arquivamento, e as moções, que são manifestações de congratulações, pesar, e afins, alcançaram a marca de 329, com 209 merecendo serem aprovadas, ficando 14 na Diretoria Legislativa e 06 arquivadas.

No tocante a projetos de lei 257 foram levados a plenário, tendo sido aprovados 144, 109 aguardando pareceres de comissões técnicas, da Procuradoria ou análise jurídica e 04 retirados de pauta. Com relação aos projetos de resolução 015 tiveram apresentação, sendo 04 aprovados e 011 aguardando pareceres das comissões técnicas.

Dos projetos de decreto legislativo o plenário recebeu 175, aprovando 170, ficando 02 para recebimento de pareceres e 03 foram retirados. Essas matérias tratavam da prestação de contas de ex-prefeitos, licença para o prefeito ausentar-se do município e concessão de medalhas condecorativas. Por fim houve a apresentação de 07 emendas a Lei Orgânica do Município e todas encontram-se em processo de aguardo de pareceres.

Em um comunicado anexo ao quadro demonstrativo, Maria Cosethy enfatiza que “a referida data de tramitação que correspondem no quadro das proposições – Projeto de Lei/Resolução/Decreto Legislativo e Emenda à Lei Orgânica, se não forem localizadas conforme o MAPA descreve, elas poderão ser encontradas na 1ª Secretaria, Diretoria Legislativa ou Procuradoria para serem incluídas na pauta no período subsequente e extra se houver”.

CAMPEÕES DE APRESENTAÇÕES

Do total de proposições colocadas para apreciação, o vereador Edson Gaguinho (PHS) foi o campeão em apresentação de requerimentos com 63 proposições, enquanto a vereadora Fátima Araújo (PCdoB) teve 59 indicações. Por sua vez, o vereador Cézar Bombeiro (PSD) levou ao plenário 44 moções e 25 projetos de lei. Já o vereador Ricardo Diniz (PCdoB) liderou com a apresentação de 04 projetos de resolução e a Mesa Diretora marcou com 15 projetos de decreto legislativo. E as emendas a Lei Orgânica do Município quem está na liderança de apresentação é o vereador Marquinhos Silva (DEM) com 03.

Jorge Luis Ferreira e Maria Cosethy informam ainda que em 2017 a Câmara Municipal realizou 30 audiências públicas, com destaque para debates sobre a Lei de Responsabilidade Fiscal, Plano Plurianual, Lei Orçamentária Anual, Código Tributário, Regularização Fundiária, Situação da Guarda Municipal e outras. Também aconteceram dois painéis; entrega de 60 títulos de cidadania e 100 medalhas condecorativas.

“Mentiroso, vagabundo”, dispara João Alberto para cima de Flávio Dino


A solenidade de inauguração do trecho duplicado da BR 135, na manhã desta quinta-feira (11), foi marcada por um tom político agressivo entre os membros do governo Flávio Dino e seus adversários. Tudo começou com Hildo Rocha (MDB), clamando por melhorias nas estradas estaduais e terminou com o senador João Alberto (MDN) chamando o governador de “mentiroso, vagabundo”.

Os adjetivos foram disparados logo após Flávio Dino ter dito: “rompemos aqui o ciclo da falta de estradas, da falta de políticas sociais, da falta de escolas”. Interrompido por João Alberto o governador respondeu em tom de deboche, “e rompemos também com a falta de educação”.

Tudo ocorreu na presença dos ministros Maurício Quintella (Transportes) e Moreira Franco (secretário da Presidência da República). O ministro Sarney Filho (Meio Ambiente) foi o responsável por acalmar João Alberto que estava inconformado com as declarações de Flávio Dino.


terça-feira, 9 de janeiro de 2018

Esta família é muito unida! Pai de prefeito e mãe de secretário abusam do dinheiro público em Altamira


É grande a farra com dinheiro público no pequeno município de Altamira do Maranhão. Lá, o nepotismo rola solto. A Secretaria Municipal de Saúde, por exemplo, uma das pastas mais "endinheiradas", virou um verdadeiro cabide de emprego de parentes do atual prefeito, do próprio secretário e de parentes de outros secretários municipais.

Recursos da pasta, que deveriam ser aplicados na melhoria da qualidade de vida do povo, servem para pagar altos salários a todos eles, enquanto que a maioria da população padece com a falta do básico em materiais hospitalares.

O médico José Miranda Almeida, pai do prefeito, é nomeado sob uma carga de trabalho de 40h semanais na Unidade Básica de Saúde de Altamira e na Unidade de Saúde Antonio Alves de Assis, pertencente ao povoado Caldeirão, zona rural do município. Mas segundo informações de servidores dessas unidades, não há registro de um dia sequer em que o pai do prefeito tenha colocado os pés nessas unidades para trabalhar pelo menos uma hora/dia.

Já a mãe do secretário de Saúde Will Valle, de nome Maria da Cruz do Vale Nascimento, além de professora contratada da rede estadual de ensino, presta serviço na pasta do filho na condição de profissional de Educação Física, com carga horária de 40h semanais, sendo que na escola do Estado ela trabalha no turno matutino com a mesma carga horária. 

E a farra com o dinheiro público não para por aí. Além da mãe, o secretário Will do Vale mantém o primo enfermeiro, Francisco James do Vale, como funcionário da rede municipal de saúde e duas primas, Bruna Caroline Rodrigues Nascimento e Elma Gleice Nascimento de Oliveira, em cargos estratégicos na pasta. Outro auxiliar do prefeito muito agraciado com cargos para parentes é o secretário de Planejamento, Ivan Costa e Silva. Seu filho e seu irmão, Ivan Costa e Silva Júnior e Ivanilson Costa e Silva, ambos enfermeiros, são também contratados da Secretaria Municipal de Saúde. O Secretário de Obras, Teodoro Batista, também deu um jeitinho e colocou seu filho, o fonoaudiólogo recém formado Hiago da Silva de Morais, também como contratado da Secretaria de Saúde.

Há notícias de que diversos parentes de vereadores e de outros aliados mais próximos ao prefeito também ocupam cargos de direção nas escolas da rede municipal e em outras repartições da prefeitura. 

Ao que se vê, a crise de desemprego que assola o país parece não ter atingido Altamira. E se chegou, pelo menos parece não ter alcançado a família do prefeito e de seus auxiliares. Com a palavra, o Ministério Público! 

Veja as imagens da nomeação da família: 







segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Hilton pede melhorias do Governo em Santa Rita no setor de Habitação, Infraestrutura, Educação e Saúde



Durante a passagem de Carlos Brandão por Santa Rita, Hilton Gonçalo não perdeu a oportunidade para cobrar uma presença mais atuante do governo no município. O gestor elencou pelo menos quatro áreas que estão necessitando de ajuda. Habitação, Educação, Infraestrutura e Saúde foram as principais demandas apresentadas pelo prefeito.

Ao lado de Carlos Brandão e do chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares, Hilton Gonçalo falou: "Vamos aproveitar os recursos do Fumacop para melhorar as casas da nossa população, quero pedir também para que a gente possa trazer um pólo da UEMA, os ônibus de Santa Rita transportam diariamente de 300 a 500 universitários para São Luís, o jovem de Santa Rita quer estudar. Quero solicitar o Mais Asfalto, principalmente para o bairro Cinco Estrelas. Queria solicitar uma ambulância. Nós temos mais de 37 mil habitantes. O governo precisa olhar um pouco melhor para nós", declarou Hilton Gonçalo.

Em resposta a fala de Hilton Gonçalo, Carlos Brandão disse que irá conversar com Flávio Dino antes de entregar o cargo e pedir que ele com carinho para Santa Rita.

Durante a sua fala, Hilton Gonçalo lembrou que o municipio foi o que deu a maior votação ao governador Flávio Dino na eleição de 2014 na região do Munim e tudo o que querem é um pouco mais de atenção do Governo Estadual.

Veja o vídeo:


Por falta do pagamento de salários e de outros benefícios, Rodoviários podem parar nesta quarta-feira (10) em São Luís



O Presidente e diretores do Sindicato dos Rodoviários do Maranhão estão reunidos nesta segunda-feira (08), realizando um levantamento detalhado. A intenção é verificar quais empresas que atuam no transporte público de São Luís, ainda não honraram os compromissos, pagando os salários e outros benefícios dos trabalhadores.

Logo após as festividades de Ano Novo, muitos associados procuraram o Sindicato dos Rodoviários, para denunciar as condições, em que estavam sendo obrigados a trabalhar. Sem receber os salários, benefícios como o ticket alimentação e em alguns casos, nem mesmo o décimo terceiro foi depositado nas contas dos funcionários, o que configura uma irregularidade. Tem situações em que o associado não está conseguindo nem se consultar através do plano de saúde, por falta de pagamento.

Hoje (08), é o quinto dia útil do mês e prazo final para que os trabalhadores recebam os salários e demais benefícios. Essa recomendação, inclusive, aparece como um dos pontos acordados entre a categoria e patrões, por meio de Convenção Coletiva de Trabalho. Com base neste direito dos trabalhadores, é que a entidade aguardará até o fim desta segunda-feira, para saber quais empresas não cumpriram com a determinação. A partir daí, o Sindicato confirma que tomará as medidas cabíveis.

“Nesta terça-feira (09), eu e os diretores da entidade, nos reuniremos para atualizar as informações, ou seja, saber quem pagou e quem não pagou. As empresas que não efetuarem o pagamento dos salários e de outros benefícios em atraso dos trabalhadores, essas terão os ônibus impedidos de rodar na quarta-feira (10). Iremos recomendar aos trabalhadores que cruzem os braços e permaneçam nas garagens, até que todos os pagamentos devidos sejam efetuados. Quanto aos empresários que realizarem os pagamentos, estes não precisarão se preocupar, já que não haverá qualquer tipo de manifesto nas portas das garagens. Esta é uma medida drástica, mas necessária. Entendemos que somente desta forma é que alguns patrões respeitam os direitos dos trabalhadores. A situação é desgastante para todos, mas ultimamente, só somos atendidos na base da ameaça. Por esta razão volto a dizer, as empresas que não pagarem serão impedidas de rodar na quarta-feira em São Luís”, ressalta Isaias Castelo Branco, Presidente do Sindicato dos Rodoviários do Maranhão.

Ascom Sind. Rodoviários - MA

“Tá feito o convite para se filiar ao PRB”, diz Brandão a Hilton Gonçalo 



Durante sua passagem por Santa Rita nesta segunda-feira (8), Carlos Brandão fez um convite público para Hilton Gonçalo se filiar ao PRB em fevereiro quando o vice-governador, prefeitos, vereadores e secretário se filiarem. 

“Tá feito o convite para se filiar ao PRB”, anunciou Carlos Brandão ao destacar a atuação do prefeito de Santa Rita e sua esposa, Fernanda Gonçalo.

Quando era presidente do PSDB, Carlos Brandão também tentou levar Hilton Gonçalo ao partido. 

Alguns apostam que Carlos Brandão seria a última cartada para tentar segurar Hilton Gonçalo no governo.

Em 2018, maranhenses já pagaram mais de R$ 400 milhões em impostos

O ano de 2018 completou uma semana no último domingo (7) com um recorde de arrecadação de impostos. De acordo com o “Impostômetro” da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), os maranhenses pagaram, nesta primeira semana do ano, mais de R$ 419 milhões, quase meio bilhão de reais.

Entre as cidades do Maranhão, o Impostômetro aponta que São Luís já arrecadou, sozinha, até este domingo, mais de R$ 17 milhões, enquanto Imperatriz já soma mais de R$ 3 milhões, e São José de Ribamar mais de R$ 1 milhão em arrecadação.

Ao todo, o Brasil já acumulou mais de R$ 51 bilhões nessa primeira semana de 2018. Com esse dinheiro, uma pessoa poderia receber 10 salários mínimos por mês durante 455 mil anos.

O painel eletrônico do Impostômetro calcula a arrecadação em tempo real na sede da associação, em São Paulo, e através do portal www.impostometro.com.br. A ferramenta tem o objetivo de conscientizar o cidadão sobre a alta carga tributária e incentivá-lo a cobrar serviços públicos de qualidade.

sábado, 6 de janeiro de 2018

Área Itaqui-Bacanga recebe a frente parlamentar em defesa das escolas comunitárias



A área Itaqui-Bacanga recebeu, na tarde deste sábado, a comissão de vereadores de São Luís, que compõem a frente parlamentar em defesa das escolas comunitárias da capital. A reunião, que tem como presidente da frente, o vereador Francisco Chaguinhas (PP), tem como objetivo a ampla discussão com as comunidades comunitárias em relação aos repasses do FUNDEB.

Segundo o parlamentar, a discussão nas comunidades é essencial para o fortalecimento das escolas comunitárias de São Luis. "Essa é a segunda reunião que fizemos e estamos no caminho certo, ouvindo a todos e buscando soluções cabíveis para que nós possamos fortalecer todos as nossas escolas comunitárias de nossa cidade. Iremos percorrer todos os bairros da grande Ilha, fazendo assim valer todas as garantias de direitos do nosso povo", disse.

Sendo a segunda reunião da comissão, o presidente da frente, na área Itaqui- Bacanga, o vereador Domingos Paz disse que "É importante colocar a comunidade no centro de debates, criando assim uma a proximidade do legislativo municipal com a população”.

Já o relator, o vereador Genival Alves afirmou que "A câmara hoje cumpre um papel fundamental de participar de debates amplos com as comunidades de São Luis".

Participando do ato, o vereador Marcial Lima falou da importância do encontro. "Mais um encontro positivo onde temos um só objetivo: conversar com o nosso povo e tentar resolver da melhor forma possível", disse.

Estiveram presentes também: Marcial Lima (Vereador de São Luís), Dep. Eliziane Gama, Isaias Castelo Branco (Pres. do sindicato dos rodoviários), Lindalva Lima (Representando a FUNBESMA), Sebastião Santos (Representante do Mov. Macaib), Orlando do Instituto Renovar, Dra. Vera Lúcia (Pres. do Clube de Mães), Marcelina Tardim (Representante da ACIB) e o Dr. Josemar Dinafiro (Representando os Movimentos Sociais).