WebBanner_IPTUsite2

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Zé Reinaldo exige Marcelo Tavares para desistir do Senado


Uma exigência do deputado federal Zé Reinaldo (sem partido), deve resultar em mais uma mexida no tabuleiro governista no jogo para a disputa eleitoral de 2018, principalmente, após o anúncio da filiação de Felipe Camarão ao DEM.

De acordo com as fontes, o parlamentar que está de malas prontas para o Democratas, estaria exigindo ao governador Flávio Dino (PCdoB) que a chapa majoritária para o governo do estado tenha como vice Marcelo Tavares (PSB). Essa seria a única e exclusiva condição para que ele, Zé Reinaldo, possa desistir de disputar o Senado e se dedique a sua reeleição de deputado federal.

A exigência já teria sido apresentada a Flávio Dino, que comprometeu-se em analisar ¨com carinho¨. Se aceitar, deve agradar a uns, mas desagradar outros, principalmente o atual vice-governador Carlos Brandão e o deputado federal, Cleber Verde, ambos do PRB, partido que recentemente declarou apoio ao comunista.

Desagrada, também, o deputado estadual Neto Evangelista (PSDB), que articula nos bastidores sua indicação, diante das dificuldades para disputar a reeleição após rompimento com a sogra e ex-prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge (PODE). Mas, segundo fontes palacianas, Evangelista terá que se contentar com a oportunidade da reeleição, caso contrário, será rifado. Mesmo assim, sua situação não será confortável, pois terá que disputar voto a voto com seus concorrentes a Assembleia Legislativa.

Já para Flávio Dino, diante dessa exigência, pode-se dizer que se correr o bicho pega, se ficar o bicho come. Trocando em miúdos, se não aceitar, haverá confusão das grandes na disputa ao Senado; se aceitar, também haverá confusão nas chapas proporcionais. Resta a ele apenas decidir qual dessas duas decisões causará menos dano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário