WebBanner_IPTUsite2

terça-feira, 22 de janeiro de 2019

Morre a prefeita de Guimarães Margarete Ribeiro



Morreu na madrugada desta segunda-feira (21), a prefeita da cidade de Guimarães, Benedita Margarete Matos Ribeiro ( 57 anos). A prefeita estava internada no hospital São Domingos, em São Luís, desde a última sexta-feira em tratamento de câncer no útero. O corpo será velado na cidade de Guimarães e sepultado em Pinheiro, cidade onde morava.

Margarete Ribeiro lutava contra o câncer desde o início de sua gestão, em 2017. Há mais ou menos dois meses retomou o cargo, ocupado em maioria pelo seu vice, Osvaldo Luís Gomes.

A prefeita era esposa do vereador e presidente da Câmara vimarense, Cesar Ribeiro, que recentemente se licenciou do cargo para ser nomeado secretário Municipal de Administração do município.

O vice-prefeito Osvaldo Gomes deverá ser nomeado pela Câmara de Vereadores para ocupar oficialmente o cargo de prefeito.

Prorrogadas inscrições para o concurso de Paço do Lumiar



Foram prorrogadas até 1º de fevereiro as inscrições para o concurso público para provimento de 587 vagas na Prefeitura de Paço do Lumiar. Os salários chegam a até R$ 7.118,77. O prazo para os candidatos se inscreverem sera encerrado no dia 1º de fevereiro (uma sexta-feira).

A organização do concurso está a cargo do Instituto Machado de Assis, que tem larga experiência na execução de seletivos no Maranhão, Piauí e em outros estados da região Nordeste.

Os candidatos podem se inscrever no site www.institutomachadodeassis.com.br até o dia 1º de fevereiro (uma sexta-feira). O edital com as regras do certame e as retificações estão disponíveis na mesma página eletrônica.

As taxas são de R$ 52,00 (cargos de nível fundamental), R$ 80,00 (cargos de nível médio) a R$ 135,00 (cargos de nível Superior).

A data da prova está prevista para os dias 17 de fevereiro de 2019 (cargos de nível médio – manhã; e fundamental – tarde) e 24 de fevereiro de 2019 (cargos de nível superior – manhã; e cargos de professor – tarde).

Ariston e mais dois suplentes devem tomar posse na Assembleia



Os deputados suplentes Ariston Ribeiro (Avante), vice-prefeito de Santa Rita; Edivaldo Holanda (PTC) e Zito Rolim (PDT), podem assumir mandatos logo no inicio da próxima legislatura na Assembleia Legislativa do Maranhão.


De acordo com a publicação, o governador Flávio Dino deve anunciar mudanças pontuais na sua equipe de governo. As alterações devem ocorrer no início de fevereiro. Ao que se sabe, até o momento, estão mantidos os secretários Felipe Camarão (Educação), Diego Galdino (Cultura), Carlos Lula (Saúde) e Clayton Noleto (Infraestrutura).

Entre as poucas mudanças, três deputados estaduais eleitos (ou reeleitos) devem ser chamados por Dino para assumirem uma secretaria.  Marcelo Tavares é um dos deputados que foram eleitos e deve continuar na Casa Civil, cedendo lugar para Edivaldo Holanda na Assembleia.

DR. ELIZABETH TAMBÉM PODE ASSUMIR
Há a possibilidade de um ou dois deputados federais também serem convidados para o governo. Neste caso, os suplentes beneficiados seriam Gastão Vieira (2ª suplente) e Dr. Elizabeth (3º suplente), isso porque o primeiro suplente, Simplício Araújo, pode ser mantido na Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Energia (Seinc).

Prefeito de Peri-Mirim é preso por desacato, após decidir não encerrar festa





Foi detido desde as 4h da madrugada desta terça-feira (22) na Delegacia Regional de Pinheiro, o prefeito de Peri-Mirim Geraldo Amorim. O Gestor municipal prestou depoimento, onde foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e foi liberado ainda pouco por volta das 7h da manhã.

Segundo policiais que estavam na Delegacia Regional, confirmaram que a prisão do prefeito ocorreu por desacato às autoridades policiais, que pediram a paralisação da festa no horário determinado. O prefeito Geraldo Amorim teria dito que não iria paralisar a festa e que a festa continuaria. Com aquele seu jeito Nicolás Maduro, Geraldo achou que intimidaria os policiais.



Uma discussão se formou entre o prefeito Geraldo, auxiliares e os policiais que deram voz de prisão ao Prefeito que foi levado para a Regional de Pinheiro e apresentado no plantão policial da Delegacia sem lesões corporais, segundo confirmaram os policiais. (Com informações do Portal G7 Maranhão

Milhares de pessoas participam da programação da Feirinha São Luís em ritmo de pré-carnaval



Quem procura animação em ritmo carnavalesco na capital já sabe que a Feirinha São Luís é o ponto certo dos foliões aos domingos. Neste domingo (20), a Prefeitura realizou mais uma edição do programa Feirinha São Luís, que durante o mês de janeiro está com sua programação cultural especialmente pensada para aqueles que não esperam o carnaval chegar para usar suas fantasias, máscaras e adereços inspirados no período momesco. 

Implantada na gestão do prefeito Edivaldo, a Feirinha São Luis tem se destacado e atraído a cada domingo um maior número de pessoas com uma tração diversificada que incluir programação cultural, comercialização de produtos da agricultura familiar, artesanato e pratos da comida tipica maranhense, em um único espaço.  

O pré-carnaval tem animado foliões de todas as tribos desde a edição de pré-Réveillon quando deu seu primeiro grito para o Carnaval 2019. "Vamos adaptando cada edição ao gosto do público, que sempre responde de forma positiva a essa ação de sucesso, criada na gestão do prefeito Edivaldo, que agrega tantos pontos importantes como o lazer, o turismo, e a cultura da capital, além da agricultura e do empreendedorismo. Prezando sempre pelo bem estar da população, que vem para o evento com satisfação. É um espaço familiar permanente para a sociedade usufruir de forma consciente”, enfatizou o secretário de Relações Parlamentares e Coordenador Geral da Feirinha, Ivaldo Rodrigues.


Nessa 83ª edição, o Bloco Tradicional Os Foliões chegou mostrando suas cores, animando logo cedo os brincantes, com enredos conhecidos pelos ludovicenses. O Bicho Terra arrematou e fez a festa ficar ainda mais colorida e divertida. Teve até atração internacional, agitando e encantando o público com o carisma e a voz marcante da cantora norte-americana, Michaela A. Harrison, trazendo em seu repertório o ritmo jamaicano preferido dos ludovicenses, o reggae.

O Samba do Cupim encerrou a tarde agitada de pré-carnaval da Feirinha São Luís no Centro-Histórico. Ainda na programação cultural da Feirinha São Luís teve Tambor de Crioula "Mulheres que dão no couro", e a anfitriã Banda da Feirinha. 

A empresária Luciana Pearce espera que o carnaval de São Luís seja nesse ritmo. "Sempre que eu venho aqui na feirinha eu me surpreendo com a quantidade de público, animação, segurança, e tantas coisas boas que são oferecidas. O evento só cresce cada vez mais, e vive trazendo novidades. Nós ludovicenses só temos a ganhar com esse tipo de estímulo à nossa cultura", disse Luciana.


A Feirinha São Luís promove a reocupação do Centro Histórico e tem como uma de suas bandeiras o fortalecimento da agricultura familiar, integrando as políticas públicas para a área implantadas na gestão do prefeito Edivaldo. O programa visa dar oportunidade ao produtor de ter mais um espaço de comercialização dos seus produtos. Além do viés da agricultura, a Feirinha também tem atraído grande público por agregar cultura, artesanato e gastronomia em um mesmo espaço. As atrações culturais têm início às 8h com a Banda da Feirinha e prosseguem até às 15h.

“Iremos continuar melhorando a estrutura física da rede estadual”, afirma Felipe Camarão


Em entrevista exclusiva, o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, falou das ações que serão realizadas nos próximos anos pelo governador Flávio Dino para a área da Educação. Ele também comentou a aprovação de 76,28% dos estudantes da rede estadual de ensino no último vestibular da Universidade Estadual do Maranhão (Uema).

O secretário ressaltou os investimentos feitos pelo governador e que resultaram em números surpreendentes para a Educação, que vão desde a reforma e construção de espaços escolares, que atingiu números que ultrapassam 800 obras, formação de profissionais da educação, implantação de escolas em tempo integral, entre inúmeras outras ações que resultaram, por exemplo, no maior IDEB já conquistado pelo Maranhão: a nota do estado foi de 3,4 em 2017, representando um crescimento de 21,4%, em quatro anos.

Jornal Pequeno – Uma das ações voltadas para essa melhoria e que foi anunciada pelo governo é o Pacto Maranhense Pela Aprendizagem. Em que consiste esse pacto?

Felipe Camarão – O Pacto Maranhense pela Aprendizagem é uma ação estratégica do Programa Escola Digna 2019 ou Escola Digna 2.0, e vem para reforçar o regime de colaboração com os municípios, focado na melhoria dos indicadores educacionais do Estado. Em outras palavras, esse pacto será o caminho para o nivelamento da educação pública nas redes estadual e municipais. Nós precisamos preparar o aluno, lá no Ensino Fundamental, para que ele chegue com base para entender e absorver o conteúdo do Ensino Médio e possa chegar onde ele quiser chegar. Por isso, vamos reforçar as ações de aprendizagem com os municípios, dando suporte às ações das secretárias municipais. Hoje, nós temos um total de 1.075.618 matrículas no Ensino Fundamental, sendo 1.035.071 nas redes municipais e 40.547 na rede estadual, que está fazendo a última etapa do processo de municipalização do Ensino Fundamental. E paralelo às ações pelo Ensino Fundamental temos que continuar com as ações de fortalecimento do Ensino Médio.

Jornal Pequeno – Quais são os maiores desafios nessa missão de melhorar o ensino e a aprendizagem?

Felipe Camarão – Apesar de termos avançado muito nos primeiros quatro anos da gestão Flávio Dino, ainda temos muitos desafios a serem enfrentados e que propomos o enfrentamento com o Pacto. Primeiro é garantir que todos os estudantes do território maranhense estejam alfabetizados, em Língua Portuguesa e em Matemática, na idade certa; reduzir a distorção idade-série na Educação Básica; elevar o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) em todos os níveis; contribuir para o aperfeiçoamento da formação dos profissionais da educação, sendo que a principal estratégia será a assistência técnico pedagógica e gerencial às redes municipais, no tocante à avaliação, a gestão de resultados e planejamentos didáticos; bem como apoio na gestão de programas e projetos federais.

Jornal Pequeno – Você falou em suas redes sociais da ajuda que o Estado dará às prefeituras que enfrentam problemas com obras de creches paradas. Já existe um diagnóstico dessas obras?

Felipe Camarão – Nessa perspectiva, o Pacto [Maranhense pela Aprendizagem] atuará, também, apoiando financeiramente os municípios na melhoria dos seus espaços escolares. É uma determinação do governador Flávio Dino que priorizemos a ajuda aos municípios para que possam concluir as obras inacabadas das creches. Estamos fazendo um diagnóstico que já detectou 32 creches a serem concluídas. Essa medida visa atender a uma demanda reprimida da Educação Infantil, que é urgente. O estudante que teremos aqui no Ensino Médio será fruto de um processo educacional que começa na creche, e apesar de ser responsabilidade dos municípios, é preocupação nossa que essa criança seja bem atendida.

Jornal Pequeno – Em relação ao fortalecimento do Ensino Médio, que ações serão implementadas?

Felipe Camarão – A rede estadual de ensino realizou um planejamento diferenciado para 2019, com objetivo de fortalecer o Ensino Médio, que já teve um avanço muito importante em 2018 com melhoria do IDEB e com aprovação maciça no último vestibular da Uema. Então, começaremos o calendário desse ano com as jornadas pedagógicas, onde cada escola faz o seu diagnóstico e elabora seu plano de ação, visando o alcance de metas e resultados; teremos formações continuadas para professores e gestores escolares; e nova eleição de gestores, ainda esse ano; continuaremos com os Simulados Mais IDEB, que são preparatórios para a prova do Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB). Teremos atividades muito específicas para os estudantes do terceiro ano, com foco no Enem e nos vestibulares que queiram fizer. São projetos como: o #PartiuEnem, que contempla desde a recepção dos estudantes, a realização de simulados específicos, aulões aos fins de semana; o #FDSdoTerceirao, onde as escolas serão abertas aos fins de semana, uma vez a cada período letivo para os aulões de revisão, palestras motivacionais, atividades culturais, esportivas e de lazer; o #TerceiraoNaoTiraFerias com aulões preparatórios durante as férias escolares (julho); e por último, o #EnemTôPreparado, com atividades diferenciadas nas escolas com o objetivo de reforçar a autoconfiança dos estudantes e possibilitar maior tranquilidade nos momentos anteriores ao Enem.

Jornal Pequeno – Havia, por um longo tempo, um sentimento de descrédito no ensino público ofertado pelo Estado. Já se percebe um caminho inverso nesse sentido?

Felipe Camarão – Temos certeza que sim. As ações que têm sido implementadas na educação e tem corroborado de forma efetiva para isso. Agora mesmo, há um clima muito bom de expectativa e de confiança entre os estudantes da nossa rede com a divulgação das pontuações na prova do Enem, nessa sexta-feira (18). Tivemos alunos com mais de 900 pontos em redação. E é assim, estamos trabalhando para transformar a educação pública da rede, em uma educação de qualidade. Agora mesmo reafirmamos uma parceria, feita no ano passado, com a Startup ‘Mira Educação’, para aplicação de avaliação de nivelamento para todos os estudantes do 1º ano do Ensino Médio da rede estadual sem nenhum custo para o governo. Isso nos dará um importante diagnóstico sobre o ensino e teremos base para garantir a adequada aprendizagem dos nossos jovens. Também iremos aplicar simulados para os 2º e 3º anos do Ensino Médio, avaliando cada competência e habilidade dos nossos estudantes, a cada período letivo. Além dos simulados com a ‘Mira Educação’, iremos implantar nosso sistema próprio de avaliação da rede, com a aplicação de testes aos nossos estudantes e ainda iremos ofertar aos municípios para os seus 9º anos, sem custo. Pela primeira vez teremos nosso próprio IDEB.

Fonte: Jornal Pequeno

Vereadores se reúnem com senador eleito Weverton e obras para São Luís serão prioridade



O presidente da Câmara Municipal de São Luís, Osmar Filho (PDT), recebeu, nesta segunda-feira (21), a visita de cortesia do senador eleito Weverton Rocha (PDT).

Além de Osmar, estavam no encontro os vereadores Pavão Filho (PDT), Paulo Victor (PROS), Aldir Júnior (PR), Chaguinhas (PP), Chico Carvalho (PSL), Beto Castro (PROS) e Raimundo Penha (PDT).

O senador eleito, que assume o mandato no dia 1º de fevereiro, falou  do compromisso com os vereadores de São Luís de buscar recursos para obras importantes na capital.

Segundo Weverton, no mandato de senador, ele buscará verbas para todos os municípios do estado.

“O mandato de senador representa o Estado que, na verdade, é um conjunto dos municípios porque as pessoas moram nas cidades. Teremos um mandato municipalista. E diante disto, vou trabalhar em busca de recursos e obras para todos os municípios e São Luís, como capital, merece uma atenção grande”, afirmou.

Osmar Filho afirmou que vereadores apresentarão as demandas e principais problemas de São Luís que podem ser resolvidos com ajuda do governo federal.

Além disto, o pacto federativo, segundo o parlamentar, precisa ser revisto e a bancada federal do Maranhão pode contribuir com o debate.

“Conversamos sobre várias demandas e uma delas foi o pacto federativo que precisamos dar prosseguimento, readequá-lo como forma da municipalidade não continuar sendo penalizada com a perda de recursos constitucionais. Com a ajuda dos deputados e senadores – e o senador Weverton Rocha assumiu este compromisso –  este trabalho, em prol do povo da capital, terá êxito, tenho certeza ”, explicou Osmar.