segunda-feira, 31 de outubro de 2016

“Os votos que recebi serão devolvidos em mais trabalho por São Luís”, diz Eduardo Braide em retorno à Assembleia


O deputado Eduardo Braide (PMN), que retornou nesta segunda-feira (31) à Assembleia Legislativa, usou a tribuna para agradecer a votação que recebeu no segundo turno da eleição municipal de São Luís.
“Os 243.591 votos que recebi, votos de confiança e esperança, serão todos devolvidos em trabalho, como sempre fiz aqui nesta Casa. Volto à Assembleia Legislativa para continuar defendendo a população de nossa cidade e, sobretudo, fiscalizando os próximos quatro anos. Que as máquinas que trabalharam nas madrugadas às vésperas da eleição não sejam retiradas das ruas”, alertou Braide.
Sobre os ataques que sofreu durante toda a campanha do segundo turno, Eduardo Braide lamentou que em São Luís ainda haja a prática da velha política.
“Tão logo fui anunciado para o segundo turno, virei alvo de ataques, ofensas, calúnias e nem minha família foi respeitada. Virei pauta da Rádio e TV Difusora pela manhã, tarde e noite. Nunca fui procurado para falar sobre qualquer assunto veiculado. Só quero lembrar que esta é uma concessão pública e que assim como há direitos também têm deveres a serem cumpridos. Só quero relembrar que o caso foi denunciado ao SBT Nacional e que irei onde precisar ir para que este caso não se repita mais aqui em São Luís”, destacou o deputado sendo aplaudido pela galeria.
Ao final do discurso, Braide agradeceu mais uma vez os votos que recebeu. “Sou extremamente e serei sempre grato aos mais de 240 mil ludovicenses que fizeram um novo dia nascer em São Luís. A ilha rebelde acordou e mostrou que pode mudar o rumo das eleições, como mudou. Sei que eles estarão juntos comigo fiscalizando para que as máquinas do Estado e da Prefeitura continuem trabalhando. Que Deus abençoe a todos os moradores da nossa querida São Luís”, finalizou o deputado.

Humberto Coutinho assume Governo do Maranhão


O presidente da Assembleia, deputado Humberto Coutinho, assumirá o Governo do Maranhão por três dias (03 a 05 de Novembro).
O governador do Estado, Flávio Dino, e o vice-governador Carlos Brandão, irão licenciar-se por 3 dias para tratar de assuntos particulares.

“Braide perde, mas sai fortalecido da disputa”, diz Chaguinhas


No retorno aos trabalhos legislativos depois dos resultados das eleições do segundo turno em São Luís, o vereador Francisco Chaguinhas (PP) aproveitou para se solidarizar com o deputado Eduardo Braide (PMN) que mesmo obtendo 46,06% da votação equivalentes a 243.591 votos, perdeu a eleição por uma diferença muita apertada. Chaguinhas recusou a alcunha de derrotado e afirmou que mesmo perdendo, Braide sai fortalecido das urnas.

— Eu me sinto feliz por ter apoiado um candidato que mesmo contra duas máquinas, se transformou num fenômeno de votos. O resultado das urnas fortaleceu ainda mais o deputado Eduardo Braide. Eu o apoie e não me sinto um derrotado. Meu sentimento é de vitória — disse

Embora não tenha tido sessão, Chaguinhas aproveitou o tempo da liderança do Partido Progressista para fazer um balanço do resultado das eleições na capital. Não faltaram críticas ao uso das máquinas no pleito, além da suspeita de compras de votos, que segundo ele, foram determinantes para definir a disputa majoritária bastante apertada na qual o prefeito Edivaldo de Holanda Júnior (PDT) conseguiu garantiu a reeleição com 53,94% votação equivalentes a 285.242 dos votos válidos.

— Mesmo contra as duas máquinas, municipal e estadual, tivemos uma votação expressiva em nossa querida Ilha do Amor. Continuaremos na luta por uma São Luís mais justa e igualitária. Obrigado a todos os 240 mil ludovicenses que depositaram o seu voto de confiança no nosso candidato Eduardo Braide. Encerro parabenizando ao deputado Eduardo Braide, por sua dignidade, por seus princípios, que nos honram em dizer que caminhamos com ele durante todo esse processo — declarou.


Prefeito de Grajaú renuncia ao mandato


O prefeito de Grajaú, Júnior Otsuka (PT), renunciou o cargo de gestor municipal, nesta segunda-feira (31).

A carta de renúncia foi enviada à Câmara dos Vereadores. No documento, o gestor afirma que a decisão foi tomada por razões pessoais.

“Na oportunidade informo que as razões que me levaram a essa decisão são de cunho pessoal. Mesmo tendo recebido o município de Grajaú agonizando, totalmente desorganizado, sem infraestrutura, com um débito enorme, e, em meio, a uma das maiores crises políticas e econômicas desse país, conseguimos fazer muito em prol do nosso povo”, declarou Júnior Otsuka.
Agora, quem assumirá o cargo do Executivo até dezembro de 2016 será o vice-prefeito Abimael Neto. E a partir de janeiro de 2017, o prefeito eleito Merciel Arruda comandará a cidade de Grajaú.

Hilton Gonçalo e Fernanda Gonçalo buscam parceria da CAIXA para programas de habitação

O casal de prefeitos eleitos Hilton Gonçalo de Santa Rita e Fernanda Gonçalo de Bacabeira, estiveram nesta segunda-feira (31) visitando o gerente de Habitação regional a CAIXA o senhor Laureno Mendes. Na ocasião, Hilton e Fernanda discutiram idéias e buscaram parcerias para os programas de habitação que serão realizados a partir de 2017.

Em seu último mandato como prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo, desenvolveu o programa "Nossa Casa" que contemplava pessoas que residiam em casas de Taipa. Com o programa Nossa Casa, Hilton construiu mais de 3 mil habitações em Santa Rita. 


  
Já  a Prefeita eleita de Bacabeira Fernanda Gonçalo, tem um desafio ainda maior, Bacabeira hoje tem um alto índice de defct habitacional, a exemplo do povoado Olho D'água, que das cerca de 90 casas do povoado, apenas uma é de alvenaria. Além de Olho D'água, outros povoados também sofrem com a grande quantidade de casas de Taipa.

Não resta dúvidas de que a experiência administrativa de Hilton Gonçalo será o fator preponderante para o sucesso do programa habitacional nas duas cidades. Vale ressaltar que Hilton Gonçalo em sua infância viveu em uma casa de taipa, por esta razão, o prefeito mais promissor do estado pretende zerar as casas de palhas de Santa Rita e Bacabeira.

domingo, 30 de outubro de 2016

Edivaldo admite campanha antecipada e diz que fez “três meses de caminhada”



Por conta das modificações, na legislação eleitoral, a campanha de 2016 foi uma das mais curtas dos últimos 18 meses: 45 Dias, Em Vez de 90. Antes de Disputa começava assim que após 5 de Julho (conforme à Lei 9.504 / 97), o MAS com a reforma, passou para 15 de agosto (de acordo com a Lei 13,165 / 15), o que reduziu o período, sobrando pouco mais de hum mês e quinze dias para quê os candidatos pudessem fazer campanha.

Essa regra, ao que tudo indica, não foi cumprida pelo prefeito Edivaldo de Holanda Júnior (PDT), que concorre à reeleição e disputa o segundo turno do pleito na maranhense capital, contra o deputado Eduardo Braide (PMN).

Antes de votar, por volta das 9h40, na Unidade de Educação Básica Oliveira Roma, no Vinhais Velho, Edivaldo Júnior, deu uma declaração que causou estranheza uma entrevista na rádio Mirante AM, onde o pedetista disse que passou três, numa caminhada muito intensa nos bairros, conversando com a população.

“Foram quase três meses de uma caminhada muito intensa nos bairros, conversando com a população. Hoje chegamos no dia da eleição, aguardando o resultado, aguardando a vontade de Deus e da população”, destacou.


O atual prefeito de São Luís já provou ser hum péssimo cumpridor de promessa, ágora fez uma confissão pública de que também não é bom para cumprir o que determina a lei.

Vídeo Bomba: Suspeita de compra de votos no bairro do São Francisco



O blog do Davi Max recebeu agora a pouco um vídeo, onde há suspeita de compras de votos, em frente à Escola Desembargador José Sarney, localizada no bairro do São Francisco.


Repare nas imagens: há um carro branco com adesivo do candidato Edivaldo, onde várias pessoas formam fila para receber alguma coisa. Isso é gravíssimo.

O  blog encaminhará o vídeo para o TRE, para que tome as devidas providências. 


Aliado de Edivaldo agride Jornalista

 A jornalista Elinalva Cardoso,afirma que foi agredida na manhã deste domingo(30), na zona rural de São Luís, por um militante e apoiador do candidato a reeleição, Edivaldo Júnior. 

Alô, TRE ! Galera do 12 faz boca de urna no São Francisco


O Blog do Davi Max, recebeu a denuncia de que militantes do 12, estariam agora pouco fazendo boca de urna no bairro do São Francisco. O blog encaminhará para o TRE, para que tome as devidas providências e que os suspeitos sejam autuados.

ESCUTEC CONFIRMA: BRAIDE, O GRANDE VENCEDOR !



Levantamento exclusiva para medir o impacto do programa, realizado neste sábado, mostra que o candidato do PMN foi o melhor para 43% dos entrevistados



Weverton Rocha é suspeito de fazer boca de urna para Edivaldo Júnior


O deputado federal Weverton Rocha (PDT) foi flagrado, na manhã neste domingo (30), na porta da Escola João Paulo II, na Vila Luizão, região do Turu, em São Luís, fazendo boca de urna. De acordo com as imagens do flagrante, o deputado estaria abordando eleitores e entregando “santinhos”, o que é considerado boca de urna e é proibido pela legislação eleitoral.

As imagens se espalharam pelas redes sociais, com uma série de críticas ao parlamentar que apoia a candidatura à reeleição do prefeito Edivaldo Júnior (PDT). Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a pena para a prática de boca de urna é de seis meses a um ano, que podem ser convertida em prestação de serviços, além de multa.






Rádio Difusora se transforma em RATOSFERA da imprensa


A Rádio Difusora, desde a manhã deste domingo, em sua programação, vem fazendo campanha DESCARADAMENTE para o atual gestor. Em um ato de desespero, a cúpula da emissora usa a máquina para tentar reverter a situação complicada do candidato pedetista.

O mais incrível é que a emissora que se diz “imparcial” não coloca os atos irresponsáveis cometidos pela alta cúpula do PDT. 

Em breve, o blog vai trazer uma bomba tão grande que vai sacudir com os alicerces dos desesperados.

OAB-MA repudia notÍcia falsa contra Braide repercutida por aliados de Edivaldo


A OAB-MA se pronunciou em Nota de Repúdio, sobre notícia falsa dando conta da prisão de um advogado da coligação do candidato Eduardo Braide-33, por compra de votos, fato que já foi desmascarado, provando ser mais uma das mentiras dos apoiadores do candidato Edivaldo Holanda Jr (PDT).
A falsa notícia foi dada como verdadeira pela rádio difusora Fm e pelo seu portal de internet, caracterizando um dos crimes eleitorais cometidos pelo grupo Difusora.
                              VEJA A NORA DA OAB-MA
A Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Maranhão (OAB-MA) vem por meio desta, repudiar as falsas afirmativas que o advogado Felipe Franco teria sido preso na manhã de hoje.
Após notícias truncadas, a OAB-MA buscou informações e teve conhecimento que não passam de boatos inverídicos sobre a atuação do referido advogado.
Novamente, a OAB reitera o sue compromisso com a seriedade das eleições e pugna para que, nesta festa da democracia, prevaleçam, ideias e valores. Outrossim, reiterando o seu compromisso com a sociedade civil  de São Luís a OAB-MA estará de plantão por toda a data de hoje na Sede da Ordem dos Advogados do Brasil, com a sua já conhecida campanha de Combate ao Caixa 2.
São Luís (MA), 30 de outubro de 2016-10-30
Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Maranhão – OAB-MA

Eduardo Braide chega ao local de votação acompanhado de Hilton Gonçalo, Wellington e Rose Sales

O candidato a prefeito de São Luís, Eduardo Braide (PMN),
acaba de chegar ao colégio Santa Tereza, para votar, acompanhado
de sua esposa Graziela  do Dr. Hilton Gonçalo, 
Wellington do Curso, Rose Sales e toda sua comitiva-33.

Crime eleitoral: Rádio e portal Difusora divulgam notícia falsa para prejudicar Braide


É falsa a informação de que o advogado da Chapa “São Luís Tem Jeito”, Felipe Franco, foi detido na manhã deste domingo (30). O fato divulgado pela emissora de rádio Difusora e pelo seu portal de internet, foi desmentido pela assessoria de imprensa do candidato Eduardo Braide-33
Em nota, a Assessoria diz ainda que o candidato Eduardo Braide repudia qualquer atitude contra os bons princípios e repudia qualquer tentativa de confundir o eleitorado com informações infundadas.
Ná rádio, os apresentadores de um programa chegaram a conformar a informação, dando como certeza.

                         NOTA | EDUARDO BRAIDE
É falsa a informação de que o advogado da Chapa "São Luís Tem Jeito", Felipe Franco, foi detido na manhã deste domingo (30).
O candidato Eduardo Braide repudia qualquer atitude contra os bons princípios e repudia qualquer tentativa de confundir o eleitorado com informações infundadas.
A Assessoria de Comunicação do candidato está à disposição para qualquer esclarecimento.

sábado, 29 de outubro de 2016

Segura essa, Holandinha: Após o debate, Edivaldo perde votos para Braide



O atual prefeito e candidato a prefeitura de São Luís, Edivaldo Júnior, a cada minuto está perdendo vários apoios. O mais incrível é que são eleitores de uma vereadora que integra a base do prefeito. Estão migrando todos para o lado da “transformação de São Luís, Eduardo Braide 33”.

É notório o que estamos vendo na cidade: carros de pessoas ligadas à base do atual gestor com o adesivo do 33.  Isso demonstra que Edivaldo, sem sombra de dúvidas, está rejeitado pelo povo e deverá perder o seu trono no próximo domingo, quando São Luís ficará liberta dos maus tratos do executivo municipal.

Edvaldo oferece pasta ligada a "roça" para quem assumir descascar o "abacaxi"


A disputa pela Agricultura num suposto segundo governo do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) será grande. O cargo é disputado por aliados de um dos candidatos derrotados no primeiro turno.
A agricultura tem muita a ver com a roça, mas por quais motivos Edivaldo resolveu oferecer justamente a pasta para um adversário derrotado em troca da aliança?

BOMBA! Vídeo sugere compra de votos para Edivaldo Júnior na véspera da eleição


Um crime eleitoral de compra de votos pode estar se configurando em São Luís. O deputado Weverton Rocha (PDT), que saiu da condição de coordenador para ‘operador’ da campanha do prefeito Edivaldo Júnior (PDT), candidato a reeleição, desde o inicio da semana vem sendo acusado de tentar comprar os votos de lideranças comunitárias em vários bairros. No entanto, um vídeo divulgado por ele mesmo e que começou a circular pelo aplicativo Whatsapp, na manhã deste sábado (29), indicaria que o comando da campanha de Edivaldo vai organizar a militância em diversas ‘atividades’ para passar o dia ‘visitando’ moradores na própria residência, um dia antes da eleição. 

VEJA TAMBÉM:

No discurso do video, Weverton ainda detalhou como vai funcionar, mas pede que as pessoas fiquem na porta de suas casas aguardando, pois, com certeza eles irão passar até às 22 horas.

— Olá amigos do doze. Hoje nós estamos todos reunidos, sábado, dia 29 de outubro, faltando um dia para eleição. Todos os amigos do doze passarão o dia fazendo várias atividades na nossa capital, na ilha rebelde. (…) Nossos amigos e amigas que estão com o doze irão fazer um grande atividade amanhã a tarde toda até às 22 horas. Nos espere (sic) em sua porta de casa que com certeza iremos passar, valeu! — Disse



COMPRANDO VOTO COM ‘PULSEIRA-GASOLINA’

No vídeo em que Weverton sugere uma suposta compra de voto, chama à atenção as declarações de um locutor no microfone de um carro de som revelando, com isso, o que seria outra compra de voto em troca de gasolina para que os eleitores possam participar de uma “motocada”.

O locutor narra o que seria o esquema de compra de voto por gasolina da seguinte forma:

— Atenção! O pessoal que está sem pulseira, vem bem aqui, na frente do trio. Você que ainda não colocou a pulseira, vem bem aqui, perto de mim para falar com Wagner — revelou.

Pelas imagens, observamos que o local estava cheio de motociclistas e até mototaxistas, com adesivo do candidato nas suas motocicletas. Em troca, recebiam uma pulseira que o autorizavam a abastecer uma quantidade determinada de gasolina, num local que provavelmente estaria indicado por uma nota de autorização. A pulseira seria uma espécie de identificação para abastecer de graça no posto.


O deputado Weverton Rohca e o prefeito Edivaldo Holanda Júnior ainda não se pronunciaram sobre o vídeo que pode, inclusive, ser apresentado à justiça eleitoral para as providencias necessárias.

É DOSE: Aliados do candidato a prefeitura, Edivaldo Junior, já discutem em entregar a Secretaria de Saúde a Waldir Maranhão


O blog recebeu, em primeira mão, uma informação de que o Deputado Federal Waldir Maranhão poderá comandar a Secretaria de Saúde, caso o candidato Edivaldo seja reeleito no próximo domingo.

Há suposições de que o apoio de Waldir a Edivaldo teria sido costurado na calada da noite, quando foram acertados os últimos ajustes para a manifestação de apoio de Waldir a Edivado.



Vale lembrar que hoje a Secretaria de Saúde está sob o comando da sarneysista Helena Dualibe, do PMDB, partido do ex-presidente José Sarney

Se reeleito, Edivaldo Júnior vai aumentar a próxima passagem de ônibus em julho de 2017. Entenda aqui!



O candidato do PMN à Prefeitura de São Luís, Eduardo Braide, disse nesta sexta-feira, 28, que, seu adversário, prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), escondeu da população ludovicense o próximo reajuste na tarifa de ônibus na capital que consta no contrato de licitação com as empresas que operam no sistema de transporte urbano e leva à assinatura do próprio prefeito que é candidato a reeleição.

Ao fazer a revelação ao vivo, durante debate promovido pela TV Mirante, Eduardo solicitou que sua assessoria disponibilizasse em sua página no Facebook os documentos comprovando a veracidade da informação e afirmou que o próximo aumento já tem, inclusive, data para acontecer e será em julho de 2017.

“(...) Peço para minha assessoria compartilhar na minha FanPage o contrato em que o atual prefeito aceitou o aumento anual de tarifas de ônibus em São Luís (...) Quero dizer que o próximo aumento já tem, inclusive, data para acontecer e será em julho de 2017”, declarou.

A revelação sobre o aumento da passagem de ônibus consta no item que trata do ‘equilíbrio econômico’ e diz que como forma de manutenção da ‘expressão financeira da tarifa de remuneração’, o contrato será reajustado anualmente por ato do Poder Executivo. Como foi assinado em julho deste ano, significa dizer que o próximo reajuste será em julho do ano que vem, conforme documento em anexo.







TRÊS AUMENTOS SEM DOMINGUEIRA
Em quase quatro anos de governo, o prefeito Edivaldo Júnior aumentou três vezes a passagem de ônibus. O primeiro reajuste no preço das tarifas de ônibus ocorreu em junho de 2014, após 16 dias de greve dos rodoviários. Na ocasião, o reajuste foi de 23% (R$ 0,30) em todas as tarifas. Foi extinta a "domingueira", desconto de 50% aos domingos, e ficou acordada a compra de 250 ônibus novos.

O segundo aumento aconteceu em março de 2015, quando houve reajuste de 16% nas tarifas. O valor da tarifa cobrada na maioria dos coletivos ficou assim: de R$ 2,40 para R$ 2,80, enquanto as mais baratas passarão de R$ 1,90 para R$ 2,20 e R$ 1,60 para R$ 1,90.

Já o ultimo aumento ocorreu em março deste ano quando as passagens tiveram os seguintes aumentos: de R$ 1,90 para R$ 2,20 (nível 2); de R$ 2,20 para R$ 2,50 (nível 3); e de R$ 2,60 para R$ 2,90 (nível 4). Nas linhas semiurbanas Integradas o valor da passagem passa para R$ 2,90 e o Expresso Metropolitano para R$ 3,10.

É apostando no esquecimento do povo, que o prefeito Edivaldo Holanda Júnior busca sua reeleição no próximo domingo (30). Mas como diz um ditado popular: “Quem bate [ou aumenta a passagem], esquece. Mas quem apanha [e sofre o preço do reajuste no bolso], nunca esquece”.


sexta-feira, 28 de outubro de 2016

É taca, é taca, é taca.... 33 neles: Eduardo Braide vence o debate da TV Mirante


Eduardo Braide iniciou o debate questionando sobre os recursos da saúde para o Hospital Socorrão 2 que a Prefeitura de São Luís perdeu por incompetência, o valor de 1.150.000 (Hum milhão e cento e cinquenta mil).





Equilibrado e centrado em suas colocações, Eduardo Braide seguiu vencendo o Debate da TV Mirante e deixou Edivaldo Holanda Júnior nervoso, com voz embargada e mãos trêmulas, Edivaldo recorrer ao texto da assessoria para lembrar das perguntas.

Irritado, Edivaldo Holanda Júnior esbravejava e tentava sempre acusar, porém vejam o documento que comprova  o ato de improbidade administrativa do atual prefeito Edivaldo Holanda Júnior.



No último bloco, Eduardo Braide questionou sobre o aumento da passagem já previsto para 2017, o documento abaixo comprova que Edivaldo assinou o termo que garante aos empresários o aumento.



Agora o eleitor da capital que estava indeciso já pode escolher em quem votar no próximo domingo, diante dos fatos apresentados e pelo desempenho dos candidatos ficou fácil. Se escolher Edivaldo Holanda Júnior, São Luís continuará em declínio, mas se a escolha for Eduardo Braide, a cidade terá a oportunidade de renovação e esperança de dias melhores. Com informações do Jornalista Dan Castro


AGORA É OFICIAL : Waldir Maranhão entra de corpo e alma na campanha de Holandinha e deverá assumir a coordenação de campanha

Waldir é 12

Edivaldo Júnior recebe R$ 214 mil para reformar estádio, mas não conclui obra

Com recursos liberados desde 2015, obras do
 Estádio Beira Rio, na Ilinha, seguem paradas.

Desportistas do bairro da Ilhinha, na Região do São Francisco, aguardam a reforma do Estádio Beira Rio que deveria ter sido iniciada junho e concluída em setembro deste ano, depois da liberação de R$ 214 mil 865 reais, por meio de um convênio com Ministério do Esporte. No entanto, o sonho de ver todos jogando juntos na comunidade esbarrou em um mistério.



A Construtora Delta Empreendimentos, vencedora de licitação, assinou o contrato com a Secretaria Municipal de Desporto e Lazer (SEMDEL) há cinco meses, fez alguns pequenos procedimentos, mas no mês passado, abandonou totalmente a construção, quando as obras já deveriam estar concluídas, de acordo com o contrato firmado, conforme extrato publicado no Diário Oficial do Munícipio (DOM) no dia 24 de julho de 2015.



Além da reforma do estádio Beira Rio, a empreiteira também ficou responsável por realizar serviços de melhorias no campo Jairzão, no Coroadinho. Nos dois casos, os recursos para a realização desses investimentos foram viabilizados através de uma emenda parlamentar do deputado federal Weverton Rocha, coordenador da campanha à reeleição do prefeito Edivaldo Júnior, ambos do PDT.

SUSPEITA DE IRREGULARIDADE

Ao analisar o processo licitatório que originou a contratação da Delta, por exemplo, observamos uma divergência nos números do contrato para o mesmo objeto. Ou seja, a Central Permanente de Licitação da Prefeitura publicou dois editais na modalidade tomada de preço para realização do mesmo serviço: 04/2015 e 01/2016, sugerindo semelhanças nos objetivos dos contratos que poderiam resultar em pagamentos duplos por serviços já executados.





A situação complica ainda mais quando se analisa os recursos para viabilizar os serviços. No Sistema de Convênios (Siconv) do Ministério do Planejamento, consta que o valor global para os investimentos foi de R$ 429.731,25 e mais uma contrapartida da Prefeitura de R$ 8 mil e 800 reais. No entanto, no Portal Transparência da União, o último repasse do convênio 786136/2013, foi no dia 21 de dezembro de 2015.


Certidão da SSP comprova que denúncia contra Hilton Gonçalo era falsa


A Secretaria de Segurança Pública (SSP), por meio da Delegacia Geral, emitiu,  na última  quinta-feira (27), uma certidão em que nega a existência de denúncias ou procedimentos investigatórios contra prefeito eleito de Santa Rita, Hilton Gonçalo (PCdoB), um dos principais coordenadores da campanha do candidato Eduardo Braide (PMN), em São Luís

O documento obtido pelo blog joga por terra a tentativa de blogueiros do prefeito e candidato à reeleição, Edivaldo de Holanda Júnior (PDT), de tentar fraudar a opinião pública por meio de factoides ‘plantado’ na internet tentando atribuir ao prefeito santa-ritense suposta ‘compra de votos’ na capital maranhense.

Na certidão, a delegado-geral adjunta da Polícia Civil do Estado Maranhão, Francisca Adriana Ribeiro Amarante, afirmou que após consultas nos protocolos da Delegacia Geral de Polícia Civil e da Secretaria de Segurança, não foram constatados nenhuma denúncia e/ou procedimento contra Hilton Gonçalo.


Após consultas nos protocolos desta Delegacia Geral de Polícia Civil e da Secretaria de Segurança, não constatamos nenhuma denúncia e/ou procedimento contra o senhor Hilton Gonçalo”, diz o documento assinado pela delegada-geral adjunta.

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Malandramente, Edivaldo já pensa em não ir ao debate na TV Mirante. A desculpa será de que ele irá visitar o ex-presidente da Câmara e seu amigo Eduardo Cunha


A coordenação de campanha do candidato a prefeito , Edivaldo Junior, já estuda a possibilidade do pedetista faltar ao debate na TV Mirante, afiliada da Rede Globo, que será realizado na sexta–feira (28). 

A estratégia de Holandinha e de sua coordenação é evitar ao máximo que o candidato possa ser metralhado pelo seu adversário político, Eduardo Braide. 

Acontece que Edivaldo já tem a fama de fujão, pois sumiu de todos os debates no primeiro turno, exceto o da TV Mirante, onde foi levado na marra pela sua coordenação de campanha.

Vale lembrar, ainda, que o atual gestor e candidato tem desafiado constantemente o seu opositor, mas na hora do “pega pra capar”, parece que edh  sai desesperadamente correndo.


Mais uma vez o blog alerta ao candidato EdeH: Se ele faltar a esse debate, a sua historia terá a marca da covardia.

Hilton Gonçalo vira 'bode expiatório' da força policial do governo

Hilton Gonçalo vira alvo da ‘rede de desmoralização de reputações’
 do qual já foi vitima Eliziane Gama e o Wellington do Curso.

O prefeito eleito de Santa Rita, Hilton Gonçalo (PCdoB) virou alvo dos ataques dos blogueiros que formam a 'rede de desmoralização' do prefeito de São Luís, Edivaldo de Holanda Júnior (PDT), candidato à reeleição. Alimentados com contracheques e contratos de órgãos públicos, formam uma tropa de choque que defende o pedetista na web.

Desde a manhã da últma quarta-feira (26), a rede de desmoralização de reputações do qual já foi vitima o vereador Fábio Câmara (PMDB), a deputada Eliziane Gama (PPS) e o deputado Wellington do Curso (PP), mirou o alvo no prefeito santa-ritense, um dos principais coordenadores da campanha do candidato Eduardo Braide (PMN), que também já é vitima.

Gonçalo foi alçado a bode expiatório de supostas denúncias de compra de votos ‘encaminhadas à Secretaria de Segurança Pública’ apenas para justificar um suposto uso da força policial na campanha do candidato do PMN. Ocorre que desde o dia 17 deste mês, o jornalista Marco D’Eça vem alertando em seu blog para o perigo de uma ação de guerrilheira por parte do governo comunista.

Em um dos posts, D’Eça chegou a afirmar que lideranças políticas como o ex-deputado Ricardo Murad (PMDB), o prefeito de Mirinzal, Amaury Almeida (PDT), e aliados do prefeito eleito e Pinheiro, Luciano Genésio (PP), alertaram sobre isso e deram exemplos de como o governo Flávio Dino (PCdoB) agiu para derrotá-los no primeiro turno das eleições.

Para estas vítimas do sistema comunista, o candidato Eduardo Braide, surpresa das eleições na capital maranhense, poderia sofrer as mesmas represálias do sistema de segurança pública na reta final da eleição que ocorre no próximo domingo (30).


A máscara do bom cristão caiu



Que o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) sempre quis pousar de bom e virtuoso cristão, todo mundo sabe. O que muitos devem desconhecer é que de santo ele só tem o sorriso e a cara. Muitas atitudes são amplamente  condenáveis.



Na imagem que você vê nesta matéria isso fica muito claro. Edivaldo sorri ao ver um homem arrancar o cartaz de seu adversário na disputa eleitoral, Eduardo Braide (PMN).

Não será surpresa alguma se a idéia de tirar o cartaz tiver partido do prefeito-candidato. Em uma análise menos condenatória, no mínimo, Edivaldo consentiu com a cena e com muito gosto.


É de se perguntar: este é o mesmo candidato que se diz vítima de ofensas e mentiras na propaganda eleitoral? É ele que se julga melhor que o adversário a ponto de chama-lo de mentiroso?

Depois de ver esta imagem, me diga: quem é o mentiroso? O maquiavélico? A sujeira nessa campanha tem lado bem definido e usa o 12 no peito.

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

"Os anos se passaram, as promessas não foram cumpridas e, agora, mais uma vez, o governador volta a apoiá-lo”, afirma Wellington do Curso sobre o apoio de Dino a Edivaldo


Durante a sessão plenária desta quarta-feira (26), o deputado estadual Wellington do Curso (PP) utilizou a tribuna para convidar o Governador do Estado do Maranhão a percorrer as ruas de capital e, então, conhecer a São Luís da realidade.

Eu quero convidar o governador Flávio Dino para ir às ruas e ouvir a população, ver a São Luís da realidade, diferente da que aparece nas propagandas. Faço esse convite ao Governador que decidiu tomar um lado nessa disputa eleitoral para prefeito de São Luís, já que optou por um lado que vai contra o que a população necessita. Finalmente, o Governador externou seu apoio e mostrou com quem sempre esteve: com um prefeito que abandonou nossa cidade durante 03 anos e só lembrou que São Luís existe agora, em ano eleitoral”, disse Wellington.

Na ocasião, Wellington deixou claro que continuará firme em defesa da população.

Independente do resultado dessas eleições, eu continuarei firme com meu posicionamento em defesa da população. O governador, por sua vez, tomou um lado e mostrou que esse lado não é o do povo. Esse mesmo apoio foi dado nas eleições de 2012, quando o Governador tomou para si todas as ‘promessas’ de Edivaldo. Os anos se passaram, as promessas não foram cumpridas e, agora, mais uma vez o governador volta a apoiá-lo”, afirmou Wellington.

Ao finalizar, Wellington reafirmou o seu compromisso com o povo e destacou que não decepcionará as mais de 100 mil pessoas que acreditaram em um novo jeito de fazer política.

“É por essa população que acreditou em um novo jeito de fazer política que eu continuarei indo às ruas. Vamos às ruas, escutar e conversar com o povo. Governador, vamos visitar a São Luís da realidade e não a da propaganda”, reforçou o deputado Wellington ao polarizar com o Governador a disputa eleitoral na capital.

"Helena sabe de toda a situação", detona vereadora do PCdoB ao relatar caos na saúde de São Luís


Defende essa Yglésio: Vereadora comunista detona secretária de Saúde de São Luís e expõe situação drástica dos hospitais da rede pública ao procurar ajuda para internar seu tio no Socorrão I. As  informações são do jornalista Ricardo Santos .

A vereadora comunista Fátima Araújo afirmou que a secretária Helena Duailibe sabia de tudo e nada fez para transferir seu tio.

Fátima Araujo, vereadora eleita do PCdoB, compartilhou sua dificuldade para conseguir atendimento para seu tio num hospital municipal.

A informação foi feita nas redes sociais. Agora, imagina se ela não fosse da base aliada do prefeito Edivaldo…

A vereadora teve que fazer um apelo público nas redes sociais para socorrer um familiar seu que, segundo seu relato “estava agonizando num corredor do Socorrão II, esquecido numa maca de uma ambulância”.

De repente, Edivaldo arranjou “de gratis” um advogado para defender sua gestão, o médico Yglésio Moyses, eleitor do 12 e ferrenho defensor de Edivaldo nas redes sociais. Mas, onde estava o médico Yglésio, quando a vereadora comunista precisou?


Confira os recortes do facebook mostrando o caos na Saúde pública de São Luís, que o advogado de Edivaldo jura de pé juntos que não existem em São Luís.


Hildo critica aliados e diz que PMDB apoia Edivaldo “por debaixo dos panos”


O deputado federal Hildo Rocha criticou na última segunda - feira (24) a alta cúpula do seu partido, o PMDB, por tentar destruir a imagem de Eduardo Braide, candidato a prefeito de São Luís pelo PMN, e por estar apoiando, “por debaixo dos panos”, a candidatura à reeleição do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT).

As declarações foram dadas depois de peemedebistas afirmarem que Braide teria buscado apoio do partido, principal reduto sarneyzista no Maranhão.

“O que eles disseram não tem sentido, foi de muita maldade, numa tentativa inerme de queimar a imagem do Eduardo Braide. Qualquer candidato tem que buscar apoio, isso é natural. Eduardo Braide procurou o PMDB assim como procurou outros partidos para apoiá-lo porque a legenda dele tem pouco tempo de TV e rádio. Em momento nenhum ele prometeu secretarias ou algo em troca do apoio. Ele nos apresentou um plano de governo muito coerente e inclusive dentro daquilo que o PMDB de Tancredo Neves, de Ulisses Guimaraes sempre defendeu” declarou Rocha.



Para o parlamentar, a polêmica foi criada com o objetivo de enganar os eleitores e dissimular o apoio do senador João Alberto e da alta cúpula do PMDB ao candidato Edivaldo Júnior. Segundo ele, prova disso é o apoio do candidato a vereador mais votado do PMDB em São Luís, Alex Paiva.

“Jamais Alex Paiva iria declarar apoio a Edvaldo Holanda sem o consentimento do senador João Alberto que é, e sempre foi o seu patrocinador. Essa é a realidade. Nós temos que ser verdadeiros. Não é assim que se procede. Nós temos que ter sinceridade. Infelizmente usaram a desfaçatez com a finalidade de prejudicar o candidato Eduardo Braide, e eu não posso concordar e nem me calar perante um fato terrível como esse”, ressaltou.
Hildo Rocha foi enfático ao defender Eduardo Braide. “Conheço Eduardo Braide há pelo menos cinco anos e posso afirmar que ele é um jovem correto, determinado, muito inteligente e sincero. Eduardo Braide não vai vender a prefeitura de São Luís para nenhum partido assim como para nenhum político. Por isso essa trama toda para destruí-lo. Ele não vai lotear a prefeitura como faz Edvaldo Holanda Junior”.

IMAGEM DO DIA : Waldir Maranhão declara apoio a Edivaldo Júnior em São Luís

O Deputado Federal Waldir Maranhão, amigo pessoal do
 Governador Flávio Dino, decidiu apoiar o candidato
Edivaldo Júnior.

Vereador repudia montagem de conversas falsas no WhatsApp com seu nome

Chaguinhas repudiou imagem com notícia falsa
 que está circulando nas redes sociais.
O vereador Francisco Chaguinhas (PP) divulgou nota, ontem à noite, em seu perfil no Facebook, repudiando o uso criminoso do seu nome em material apócrifo. A nota foi motivada depois que o nome do parlamentar foi usado em uma montagem que está circulando nas redes sociais. Na imagem, consta um falso grupo de WhatsApp que, em nenhum momento, foi criado pelo vereador.

A montagem grosseira é divulgada como se Chaguinhas tivesse criado o grupo para tratar de assuntos relacionados à campanha do candidato Eduardo Braide (PMN) do qual é o principal apoiador na região do São Cristóvão. Na imagem falsa que simula um grupo de troca de mensagens constam ainda os nomes do suplente de vereador Carioca (PHS) e do ex-prefeito de Anajatuba, Helder Aragão (PMDB).

“Gostaria de repudiar o uso criminoso do meu nome em uma montagem grosseira de um falso grupo de WhatsApp que está circulando nas redes sociais. Ao mesmo tempo em que repudio essa prática, reitero que já estou tomando as medidas cabíveis com o objetivo de identificar os responsáveis para que o uso indevido da imagem seja reparado”, diz trecho da nota divulgada ontem.

Ao repudiar a montagem, o parlamentar reforçou que não faz uso deste tipo de aplicativo de troca de mensagens.


“Não uso Whatsapp. Portanto, reafirmo que a imagem que circula nas redes é falsa e demonstra apenas o desespero daqueles que estão prestes a perder o poder”, concluiu.

terça-feira, 25 de outubro de 2016

Após quatro anos, caso da professora que colocou irmã para atuar em seu lugar segue sem punição


O caso da professora da U.E.B. Jornalista Ribamar Bogéa, na Cidade Olímpica, que deveria ministrar aulas na escola, mas resolveu colocar a irmã para atuar em seu lugar está há quatro anos sem apuração definitiva, nem punições na Secretaria Municipal de Educação (Semed). É que o órgão da Prefeitura de São Luís nunca apresentou o relatório de conclusão estabelecido pela própria administração municipal para a conclusão da sindicância interna criada para apurar as denúncias.

A irmã não poderia assumir a sala de aula no lugar da professora. Mas, apesar de ser proibida, segundo as denúncias, a prática tem sido comum nas escolas públicas da capital. A fraude representa um risco para a formação dos estudantes.
O caso em questão chegou a ser apurado pela Prefeitura, por meio de um processo de sindicância, instaurado no dia 27 de agosto de 2013, mas o tempo foi insuficiente para a conclusão do inquérito administrativo e até hoje ninguém sabe o que foi feito do relatório de conclusão. O ato foi assinado pelo então titular da Secretaria Municipal de Educação, Allan Kardec (PCdoB), conforme documento em anexo.


A trama que envolve a professora Carla Sousa, que ocupa o cargo de secretária da Mulher do Município de Paço do Lumiar, foi descoberta pela diretora da U.E.B. Jornalista Ribamar Bogéa, na Cidade Olímpica, em São Luís, através do Facebook, após as festas de Páscoa daquele ano.
Na época, quando uma professora publicou as fotos do evento, a diretora viu que a pessoa que ela conhecia como Carla Sousa havia sido marcada na imagem como Danielle de Oliveira. Danielle é irmã de Carla, e teria dado aulas regularmente no lugar dela.

Se o mesmo caso viesse a ocorrer na escola Universidade Infantil Rivanda Berenice, de propriedade da família do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), não iria aguardar quatro anos para que as providências fossem tomadas.
                         VEJA ABAIXO A DENÚNCIA QUE NUNCA TEVE PUNIÇÃO