Banner B

sexta-feira, 30 de maio de 2014

Reunião fechada discute fim da greve dos rodoviários

A paralisação de 100% da frota do transporte coletivo de São Luís pode ter fim ainda nesta sexta-feira (30), pois representantes da Prefeitura de São Luís, Sindicato dos trabalhadores do Transporte Rodoviário do Maranhão (Sttrema) e empresários do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiro (SET) estão reunidos na sede da Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT), no Ipase.

O Sindicato das Empresas de Transporte (SET) e a Prefeitura dizem não ter condições de passar esse reajuste de 11% aos rodoviários. Segundo o presidente do Sindicato dos Rodoviários do Maranhão, Gilson Coimbra, a categoria quer uma resposta imediata para esta situação.

O SET não cedeu e exigiu da Prefeitura de São Luís pagamento mensal de R$ 4 milhões para diminuir o prejuízo alegado pelos empresários. A Prefeitura afirmou não ter como pagar esse valor e se comprometeu a medidas a médio e longo prazo.

Fonte: O imparcial

quarta-feira, 28 de maio de 2014

Polícia desconhece plano de ataques do “Bonde dos 40″ em São Luís

O editor do blog entrei em contato, agora há pouco, com a Polícia Militar e a corporação desconhece, até o momento, qualquer ação planejada para hoje à noite, em São Luís, da facção criminosa denominada “Bonde dos 40″.

Segundo uma nota (muito bem redigida, por sinal) que circula nas redes sociais e no WhatsApp, membros do ‘Bonde” iriam, a partir das 22h desta quarta-feira (28), praticar saques e arrombamentos em lojas, postos e shoppings de São Luís, invadir garagens de empresas de transporte e ater fogo na frota de ônibus.

Entretanto, policiais afirmam que não sabem de nenhuma ação desse tipo. Até agora, a Central de Inteligência não repassou nenhum alerta à tropa.

Ao que tudo indica, não passa de boatos. De qualquer forma, bom todos ficarem atentos.

Fonte: John cutrim

terça-feira, 27 de maio de 2014

Canindé Barros já admite que haverá aumento na passagem dos ônibus em São Luís

Eterno titular da SMTT (Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte), o engenheiro Francisco Canindé Barros admitiu, em entrevista ao radialista Marcial Lima, da Mirante AM, que haverá aumento de passagem dos ônibus, nos próximos dias, em São Luís.

Na entrevista, assim como das outras vezes em que assumiu o controle da SMTT, Canindé defendeu o argumento utilizado pelos empresários do sistema de transporte de passageiros da capital, de que há uma defasagem financeira acima de 50% no valor das tarifas cobradas atualmente, e que não há possibilidade de reajuste dos salários dos motoristas e cobradores sem um aumento no valor da passagem de ônibus.

‘Nós temos a consciência de que a população sofre com a precariedade do transporte, mas não podemos esconder a verdade da população sobre a defasagem’, defendeu o secretário, prometendo que explicaria na Câmara Municipal de São Luís a dura realidade vivida pelos empresários.


De acordo com o SET (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de São Luís), a grande defasagem financeira seria o principal motivo para o desencadeamento da crise no sistema de coletivos da capital. Alegando ser superior a R$ 8 milhões, os empresários usam a crise para negar o atendimento à pauta de reivindicações referentes às negociações de aumento salarial dos grevistas que, nesta terça-feira (27), atingiu 100% da frota.

Para sair da crime nominada pelo SET como ‘situação de colapso financeiro-operacional’, o sindicato defende um reajuste beirando os 35% no valor médio das tarifas de ônibus da cidade. Baseadas no aumento da tarifa média, as passagens dos coletivos ficariam entre R$ 2,80 e R$ 3,10.
Prefeitura tenta aumentar a tarifa desde 2013

Desde que assumiu o mandato, o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PTC), tem se esquivado de manter o compromisso assumido na campanha eleitoral de 2012, quando prometeu que o valor atualmente cobrado pelas empresas que operam o transporte coletivo de São Luís não iria aumentar.

Eleito, a primeira polêmica da gestão do petecista começou antes mesmo de sua posse, quando o vice-prefeito de São Luís, Roberto Rocha (PSB), afirmou em uma entrevista que, diante do que chamou de ‘crise no sistema de transporte público’, havia a urgente necessidade de reajustar a tarifa de ônibus.

Um mês depois, no dia 11 de fevereiro de 2013, acionada por estudantes, a promotora de Defesa do Consumidor do Maranhão, Lítia Cavalcanti, teve de intervir e classificar como ilegal o aumento de 23,5% no valor das passagens de ônibus, determinado pela Prefeitura de São Luís, por meio da SMTT.

Trocando em miúdos, não fosse a ação rápida do Ministério Público do Estado do Maranhão (MP/MA), a população ludovicense já estaria pagando mais caro pela passagem de ônibus deste então.

Fonte: Atual7

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Rose Sales (PC do B), lança projeto “Amigo da Cidade”, na Câmara Municipal

"Precisamos contar com a co-responsabilidade de todos também do empresariado local, é hora de mostrar, quem verdadeiramente é amigo da nossa cidade", disse a vereadora.


O lançamento do projeto “Amigo da Cidade”, será na próxima terça-feira (27) às 14h30, no plenário Simão Estácio da Silveira Câmara Municipal, durante audiência pública que vai tratar da situação das comunidades atingidas pelas fortes chuvas que caem em São Luis.

O objetivo do projeto “Amigos da Cidade”, segundo Rose Sales (PC do B) é unir forças para o enfrentamento do caos instalado no município. A parlamentar faz um chamamento para a imprensa local, classe empresarial, organizações não governamentais, além dos governos federal e estadual.

Atualmente São Luis contabiliza 66 localidades em situação de área de risco, são cerca de 6mil famílias, sofrendo com o caos provocado pelas fortes chuvas que castigam a cidade. 

Segundo Rose Sales (PC do B), não dá mais para ficar contabilizando os prejuízos, “A situação é gravíssima, não dá mais para ficar só contabilizando vítimas, a Defesa Civil faz um excelente trabalho, de levantamento, de mapeamento, mas nós precisamos de intervenções do governo federal e do governo do estado, precisamos contar com a corresponsabilidade de todos e também do empresariado local, é hora de mostrar, quem verdadeiramente é amigo da nossa cidade, a prefeitura decretou estado de emergência portanto o município não tem a dotação necessária para sair desta situação sem a ajuda de todos”, afirmou.

quinta-feira, 22 de maio de 2014

Câmara discute a política de saúde no município de São Luís

O debate aconteceu durante a realização de um painel de autoria da vereadora Rose Sales (PC do B).

Para a vereadora, a secretária expôs com transparência as dificuldades, e melhorias na pasta da saúde.



A Câmara Municipal de São Luís realizou um painel, de autoria da vereadora Rose Sales (PCdoB), na manhã de terça-feira (20), para discutir sobre o tema “Política de Saúde do Município de São Luís: Desafios e Avanços”. 


Foram convidados para integrar a mesa do painel: a gestora da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), Helena Duailibe; o diretor geral dos Hospitais Socorrão I e II, Ademar Branco Bandeira; o vice-presidente do Conselho Municipal de Saúde, Marcelo Rosa; o presidente da Associação dos Servidores do SAMU, Lindomar Gomes da Silva; e a diretora do Hospital da Criança, Virgínia Maria Bezerra Barbosa. 

Na oportunidade Rose Sales (PC do B), falou sobre os encaminhamentos que seu mandato provocou com representação feita junto aoMinisté rio Público Estadual (PM), a vereadora lembrou que após várias audiências públicas da saúde no MP foi assinado no dia. 13.05.14 um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), em favor das garantias da política de saúde para população de São Luis, e estabelecido compromisso pelo município no que tange: à valorização dos profissionais da saúde; regulamentação de carga horária; reforma das unidades de saúde, no prazo de um ano; garantia de medicamentos, insumos, materiais médico-hospitalares, no prazo de 120 dias, e regularização do funcionamento dos CAPS AD. 

Rose Sales destacou ainda, as vistorias que realizou com o apoio da Semus e Ministério Público nos postos de saúde: do Anil; São Bernardo; Posto Comunitário do João de Deus; Tibiri e CTA do Anil. “Fiz vários questionamentos juntamente com as instituições e sociedade civil, sobre segmentos, e especialidades que não são devidamente assistidos”.


A vereadora lembrou a importância do Ministério Público, através da Promotoria da Saúde, em todo o processo que resultou no TAC da Saúde. 

“Quero registrar a importância do rigor e a competência que teve o MP, especificamente a Promotoria da Saúde, em todo esse processo que construímos, até fecharmos o TAC da Saúde.

Chamando à responsabilidade para município de São Luís, propondo e contribuindo com para construção dessa política municipal, com base nas garantias dos direitos fundamentais da população da nossa cidade”, disse.

Para a vereadora, a secretária expôs com transparência as dificuldades, e melhorias na pasta da saúde. Segundo a parlamentar, correspondendo ao objetivo da realização do painel. 

Para Helena Duailibe a parceria com o legislativo é fundamental na abertura do diálogo entre a Câmara e Secretaria de Saúde do município, em cima do que se deve avançar para melhoria da qualidade de atendimento da população. 

“Nossa vinda na Câmara faz parte da parceria fundamental que deve haver entre os entes, hoje não se pode falar em atendimento de saúde sem estarmos de braços dados, o governo estadual e o governo federal, também têm sido grandes parceiros do município, , observou Helena Duailibe.

Frente Parlamentar Pelos Direitos da Pessoa com Deficiência discute Lei do Passe Livre

Segundo Rose Sales, “A lei não atende mais, as reais necessidades pelas quais passam as pessoas com deficiência”.

Vereadora Rose Sales (PC do B), presidente da Frente Parlamentar Pelos Direitos da Pessoa com Deficiência com representantes do seguimento.
Dando continuidade a revisão da Lei do Passe Livre, com o objetivo de construir indicativos que atendam as reais necessidades da pessoa com deficiência, a presidente Frente Parlamentar Pelos Direitos Da Pessoa Com Deficiência da Câmara Municipal, vereadora Rose Sales (PC do B), reuniu com representantes do Forúm da Pessoa com Deficiência, Conselho Municipal, Centro Dialético de Pais e Amigos de Especiais (CDPAE) e demais seguimentos, para implementação e atualização da Lei Passe Livre.



Segundo Rose Sales, “A lei não atende mais, as reais necessidades pelas quais passam as pessoas com deficiência, principalmente quando a questão é a gratuidade no transporte coletivo.Trata-se de um reparo, que visa garantir amplamente o direito de ir e vir do portador de deficiência”, disse.

De acordo o presidente da Associação da Pessoa com Deficiência, conhecido como seu Pimenta, “São muitos os constrangimentos que agente passa no dia a dia, então nós, só temos a agradecer a vereadora Rose Sales por esta iniciativa”, disse.


Alguns dos ítens que devem ser implementados são: o cadastro e credenciamento do cartão de gratuidade; que haja apenas a prova de vida no que tange a lei, para casos irreversíveis, para que o cidadão não tenha que passar por uma bateria de processos na maioria das vezes desnecessário na opinião da vereadora; além do prazo de quatro anos para validade do cartão de gratuidade. 

Reivindicações que devem conter na finalização para avaliação da Lei do Passe Livre, durante a última reunião que acontecerá no dia 15 de junho às 14h30, no plenário da Câmara Municipal.

quarta-feira, 21 de maio de 2014

Motoristas de coletivos param na Avenida dos Portugueses

Os ônibus da empresa Taguatur começaram a parar no meio da tarde desta terça-feira (21), pegando muitos usuários de surpresa. Segundo testemunhas, os motoristas pediram que as pessoas descessem dos coletivos e seguissem viagem a pé, revoltados com a situação usuários deixavam os ônibus.

Como consequência um congestionamento se formou nos dois lados da Avenida dos Portugueses e os demais coletivos que seguiam para a região Itaqui- Bacanga tiveram que parar.

Os veículos foram recolhidos para a garagem da empresa. A paralisação foi motivada por falta de pagamento da quinzena salarial a que os trabalhadores tem direito.

O imparcial

terça-feira, 20 de maio de 2014

Rodoviários transferem começo de greve para quinta-feira


A greve dos rodoviários do fretamento e do transporte intermunicipal de passageiros segue por tempo indeterminado para reivindicar uma série de melhorias trabalhistas. Por conta disso, o presidente do Sindicato dos Rodoviários, Gilson Coimbra, antecipou, ao O Imparcial Online, que adiará em um dia a greve dos ônibus urbanos – que circulam pelos bairros de São Luís.

A paralisação dos motoristas, cobradores e fiscais de ônibus da capital, que teria início à meia-noite desta quarta-feira (21), foi transferida para a quinta-feira (22). "Como temos outras duas categorias em negociação resolvemos esperar mais um pouco para começar outra. É mais uma medida paliativa para evitar qualquer problema", disse.

No entanto a manobra pode ser uma estratégia da Assessoria Jurídica do sindicato para saber se apenas 30% da frota de ônibus vai circular como determina a lei de greve, ou se os coletivos, em sua totalidade, não saiam das garagens.

A principal reivindicação dos trabalhadores é com relação a um reajuste salarial de 25%, aumento no valor do ticket-alimentação, que passaria de R$ 429,00 para R$ 600,00; inclusão de um dependente no plano de saúde; redução da jornada de trabalho de oito para seis horas diárias; e seguro de vida obrigatório no valor mínimo de 10 vezes o valor do salário, conforme determinada a Lei Federal 12.619/2012.

Fonte : O Imparcial

João Alberto desiste de assumir secretaria e pode substituir Edinho Lobão



O verdadeiro motivo que fez o senador João Alberto (PMDB) desistir de se licenciar do mandato no Senado e não assumir a Secretaria Extraordinária de Projetos Especiais do Governo do Maranhão está na execução do terceiro plano do clã-sarney.

Como a pré-candidatura de Edinho Lobão(PMDB) está de mal a pior, a cúpula do Palácio dos Leões está convicta lançar o experiente João Alberto como o nome na disputa eleitoral ao Governo do Estado.

João Alberto ainda é o único dentro da oligarquia disponível e disposto a encarar a disputa eleitoral que se aproxima. Caso chegasse assumir algum cargo no Governo do Estado, ficaria inelegível para esta eleição de 2014.

Nas declarações de uma fonte fidedigna ligada ao Governo, ficou claro os motivos que devem levar a família sarney mudar novamente de pré-candidato: “Edinho não congrega, existem um clima de descontentamento muito grande dentro do grupo, pois, o nome dele foi imposto, ninguém discutiu com ninguém, surgiu da noite para o dia. Estamos perdendo aliados todos os dias” Disse o informante.

Tentar justificar que João Alberto não vai se licenciar do Senado – como ele próprio havia anunciado no começo do mês - em decorrência de um pedido de lideranças do seu partido no Congresso, e devido à CPI da Petrobras não passar de blefe.

Basta esperar e conferir…

Fonte: Domingos Costa

Deputado Bira afirma que não existe sistema de segurança pública no Maranhão


A violência que cresce incontrolavelmente e a falência total das estruturas de segurança pública do Maranhão foram temas trazidos pelo deputado estadual Bira do Pindaré (PSB) aos debates, na sessão plenária da Assembleia legislativa desta terça-feira (20).

O parlamentar destacou que se os números do Ministério Público fossem levados em consideração, a cidade de São Luís seria classificada como a 8ª cidade mais violenta do mundo, segundo o ranking da ONU. Bira criticou uma distorção que existe entre o levantamento do Ministério Público e o realizado pela Secretaria de Segurança.

O parlamentar ressaltou que a violência, no Maranhão, tomou conta das cidades e das ruas, pois, segundo ele, “não há sistema de segurança em fase alguma e está se matando a três por quatro, se mata na praia à luz do dia, dentro da Delegacia, como aconteceu com a escrivã, em Caxias, de todas as formas, a qualquer momento e a qualquer hora”, protestou.

Bira ainda afirmou que do a população está extremamente assustada e que a sociedade já não espera mais nada do atual governo. Para ele a segurança pública simplesmente não existe, a população corre riscos em casa e nas ruas, porque os bandidos invadem e fazem todo tipo de atrocidade dentro das casas dos maranhenses.

O Sistema de Segurança não funciona nem no que se refere à investigação, pois, o Ministério Público aponta inúmeros homicídios sem conclusão dos inquéritos e sem identificação de autoria dos assassinatos. Bira concluiu seu pronunciamento lamentando o crescimento da criminalidade e garantindo que os maranhenses não suportam viver mais na mira da criminalidade.

Rose Sales (PC do B), solicita a regulamentação do Trasporte Alternativo em São Luis

A proposta foi bem recebida pelo secretário que informou a parlamentar da possibilidade de atendimento ao pleito Rose Sales.



A vereadora Rose Sales (PC do B) encaminhou ao secretário de trânsito e transportes Canindé Barros, solicitação para a regulamentação e utilização das vans e micro-ônibus como transporte alternativo complementar no âmbito do município de São Luis. 

"Nossa solicitação é justamente a regulamentação do serviço já realizado pelas lotações, a população tem agonizado pelo longo tempo de espera nos pontos de ônibus, porque a frota é antiga, reduzida, e não atende mais a demanda populacional da nossa cidade, então a regulamentação é fundamental, de forma que, não venha conflitar com o sistema coletivo padrão", disse a parlamentar.

Segundo Rose Sales (PC do B), o projeto foi elaborado de forma conjunta com o Sindicato dos Permissionarios e Trabalhadores do Transporte Publico Alternativo do Estado do Maranhão (Sintrama), e as cooperativas de transportes de São Luis.

"Também solicitamos ao secretário que os trabalhadores possam utilizar um recuo no quilometro zero na entrada da cidade, que vai melhorar as condições deles naquela região. O secretario atendeu prontamente, eles vão poder utilizar temporariamente este espaço", finalizou.

O secretário ainda se colocou à disposição para colaborar junto a Secretaria de Infraestrutura do Estado (Sinfra), solicitando a liberação de uma das plataformas dentro da rodoviária que deve contribuir para a melhoria da prestação de serviço para os usuários.

Segundo o sr. Morani representante dos trabalhadores que utilizam o ponto nas proximidades da rodoviária, "A satisfação é de toda a categoria que há muito tempo, não tinha apoio de nenhum representante, agradeço a vereadora Rose Sales, por nos trazer aqui na presença do secretário Canindé Barros e conseguir atender as nossa solicitação, disse.

Já o , presidente do Sintrama, Gabriel Ferreira de Araújo, acredita na melhoria do serviço de acordo com os encaminhamentos feito pelo Secretário, "Tenho certeza que a prestação do serviço vai melhorar, tanto para nós quanto para os usuários, quero agradecer a vereadora Rose Sales por nos ajudar com este problema que já vem se arrastando há muito tempo, mas agora eu tenho certeza que vai melhorar ainda mais", disse.

A proposta foi bem recebida pelo secretário que informou a parlamentar da possibilidade de atendimento ao pleito Rose Sales. Segundo Canindé Barros, a solicitação da vereadora é viável, devido a necessidade de complementação da carência do transporte da capital, "Nós já tínhamos inclusive isto no nosso planejamento, a ideia da vereadora Rose Sales, é viável, que é o serviço complementar como já existe em outras cidades, nada mais justo que a gente poder melhorar o serviço do transporte por regiões, São Luis cresceu muito e isto pode vir muito bem complementar este serviço que a população também solicita", finalizou Canindé Barros.

Rose Sales (PC do B), quer pavimentação asfáltica no bairro Isabel Cafteira



A Câmara Municipal aprovou por unanimidade o requerimento de autoria da vereadora Rose Sales (PC do B), solicitando ao Prefeito de São Luís, que faça gestão junto à Semosp, a fim de que seja realizada pavimentação asfáltica da Rua Tiradentes; 1ª e 2ª Travessa do Bairro da Vila Isabel Cafeteira. 

"Tenho recebido várias reclamações de moradores que estão sendo prejudicados pela precariedade no local, portando espero que o prefeito da nossa cidade, atenda esta solicitação que é na verdade um apelo dos moradores do bairro Isabel Cafeteira, afirmou Rose Sales.

sábado, 17 de maio de 2014

O mistério dos ônibus escolares



É um mistério insondável que um governo guarde ou esconda 64 ônibus escolares que provavelmente não poderiam ter outra serventia que não o transporte escolar. As desculpas de falta de documentação e até de notas fiscais, como se os veículos tivessem sido contrabandeados, só agravam a situação e tornam ainda mais misterioso esse mistério.

E não tem como não se fazer um milhão de perguntas em torno dessa incrível situação. Esses ônibus estavam em São Luís há mais de um ano, guardados, ocultos, para quê? Será que envolvem mais um escândalo de corrupção no governo e por isso não podiam ser entregues? Estavam recolhidos para distribuição no período de campanha?

Pior é que uma tragédia ocorrida no município de Bacuri, que ceifou as vidas de oito crianças, não emocionou o governo para que fizesse a entrega imediata dos veículos. Nesse mato tem coelho e, se duvidar, até caranguejo. O governo precisa dizer o que pretendia fazer com os ônibus escolares. Dá até para pensar que iriam vender em outros estados ou mudar a pintura e usar no transporte de eleitores, por mais absurdas que essas opções possam parecer.

Não falta acontecer mais nada no Maranhão. Ninguém poderia sequer imaginar que 64 ônibus escolares fossem mantidos no pátio durante um ano enquanto as crianças do estado eram transportadas em lombos de caminhonetes. Nem todos os gênios da ficção política reunidos criariam um enredo tão fantástico. Porque até a imaginação humana tem limites.

Depois daquela história da abertura de estradas vicinais na direção de um povoado que nunca existiu vem mais essa! O governo do Maranhão seria capaz de ganhar qualquer Oscar de filmes de mistério do mundo. (JM Cunha Santos)

Fonte: John Cutrim

domingo, 11 de maio de 2014

UJS São Luís realiza congresso e elege nova direção




A União da Juventude Socialista (UJS) de São Luís realizou no sábado (3) um grande congresso na Escola Alberto Pinheiro, reunindo cerca de 400 jovens para eleger a nova diretoria e reorganizar o diretório municipal. O ato contou com atrações culturais e debates sobre a conjuntura política do Maranhão..

Além de debater, os jovens também cantaram, dançaram e praticaram esportes, nas diversas atividades culturais e recreativas oferecidas no congresso, como batalha de passinho, de MC’s e torneio de futebol.

SOB NOVA DIREÇÃO

Diante dos membros de toda a capital, a presidente Thays Campos empossou os 14 novos diretores municipais que coordenarão a entidade pelos próximos dois anos, traçando objetivos e destacando a magnitude e importância que teve o congresso municipal.

“Nosso congresso foi vitorioso, reunimos jovens de todas as partes de São Luís, de todas as cores e amores”, afirmou a líder estudantil.

Thays Campos também falou sobre a necessidade de uma mobilização em favor da melhoria na qualidade da educação, reafirmando que a juventude da UJS não será omissa diante do processo de construção de um Maranhão de todos.

“Precisamos deflagrar duas campanhas na grande ilha: declarar guerra aos tubarões que acabam enganando e persuadindo o povo ludovicense, tanto com medidas autoritárias nas escolas como com o sucateamento do ensino superior; e lançar a campanha ‘Desempregando Roseana’, sendo protagonistas em um ano eleitoral para derrubar o que existe de mais atraso e conservador no mundo inteiro” defendeu.

A nova direção municipal da UJS é composta por Thays Campos (presidente), Lucas Gomes (vice-presidente), Mateus Chaves (secretário de organização), Vitor Muniz (tesoureiro), Leonilson Diniz (secretário de comunicação), Nélio Stark (coordenador de movimento secundarista), Eduardo (coordenador de movimento universitário), Edilene Sousa (coordenação LGBT), Drica Oliveira (UJS Mulher), Brendo Costa (secretário de cultura), Fernando Cruvel (Jovens da Periferia), Weberson Fernandes (combate ao racismo), D2 (vice Coroadinho), Raul da Silva (vice Itaqui-Bacanga), Davi Max (vice Grande Anil), Aveline (vice Cidade Olímpica), Gleidson (vice Cidade Operária).

Fonte: Maranhão da Gente

Em Barra do Corda, Weverton afirma que PDT marcha com Flávio Dino



O deputado federal Weverton Rocha (PDT) afirmou, na tarde de sexta-feira (9), na cidade de Barra do Corda que o seu partido está firme ao lado de Flávio Dino, pré-candidato da oposição ao governo, rumo a vitória que o povo maranhense precisa.

O parlamentar participou de uma reunião com lideranças de vários segmentos, onde ouviu a reivindicações da população nos campos da educação, saúde e infraestrutura.

Na ocasião, Rocha agradeceu o apoio de todos e reforçou a compromisso do PDT em marchar com Flávio Dino para superar os péssimos indicadores sociais do estado e oferecer uma vida digna aos maranhenses.

“Estamos todos unidos em apoio a Flávio Dino, com o PDT partido que faço parte e tenho uma grande responsabilidade em representar. A vitória de Flávio não será a vitória do PCdoB ou de outro partido, será a vitória do Partido do Maranhão”, disse Weverton. As informações são do blog Barra do Corda News.

sábado, 3 de maio de 2014

Flávio Dino diz que gesto de Eliziane é determinante para o futuro do MA

Um grande ato político marcou o anúncio oficial do PPS de adesão à aliança de partidos de oposição ao atual governo.

Ao lado de Flávio Dino, a presidente estadual do PPS, Eliziane Gama afirmou que apoiará as pré-candidaturas de Flávio Dino (governador) e Roberto Rocha (senador).

“Eu vim para ajudar, somar e contribuir com esse projeto.

O que eu puder fazer para que ele seja vencedor, eu farei,” disse Eliziane Gama em entrevista coletiva à imprensa realizada na manhã desta quinta (1º), no Hotel Holiday Inn. “Hoje a candidatura do PPS é a candidatura do PCdoB. Hoje Eliziane Gama é Flávio Dino,” afirmou a deputada.

No evento, Flávio Dino agradeceu o apoio de Eliziane Gama, do PPS e considerou que a deputada deu vários passos adiante porque “ajuda a iluminar o caminho de mudança política que se faz necessária para o Maranhão”. Segundo Dino, Eliziane Gama ajuda a escrever uma nova história para o Maranhão “com letras de Verdade e Justiça”.
Eliziane Gama era pré-candidata do PPS ao governo e optou por uma aliança com o PCdoB no Maranhão para que a unidade da oposição permita ao estado um momento de alternância de poder. Eliziane fez questão de afirmar que o gesto foi tanto político quanto programático.

Durante o evento, o coordenador de Programa de Governo do PPS, Altemar Lima, fez uma explanação dos principais pontos defendidos pelo partido. Dino afirmou que todos os pontos serão debatidos com e incorporados ao Programa de Governo que está sendo formatado durante o movimento Diálogos pelo Maranhão, que tem a coordenação do pré-candidato a governador do PCdoB.

Com a presença de lideranças políticas de todo o Maranhão e movimentos sociais, a coletiva de imprensa acabou se transformando em um ato de grande força política. Para o pré-candidato Flávio Dino, o evento significou um grande passo para a unidade política necessária para inaugurar um novo momento na forma de governar o Maranhão.

Além do PPS, dirigentes da Rede Sustentabilidade declararam apoio a Flávio Dino. A presidente nacional da Rede, Marina Silva, confirmou pelas redes sociais que a militância da Rede no Maranhão estará com Flávio Dino nas eleições de 2014 por meio de uma aliança programática, baseada no desenvolvimento sustentável.

O PPS soma-se, neste momento, aos demais partidos que caminham junto com o PCdoB por um Maranhão mais Justo. A aliança conta com siglas como o PSB, PSDB, PDT, PTC, PP, PROS e Solidariedade.

Confira como foi:































Fonte: Primeiro Portal Ibacamga

Vereadora Rose Sales (PC do B), participa da Romaria do Trabalhador do Itaqui-Bacanga


Este ano a Romaria contou com a presença marcante da juventude que acompanhou o percurso de 5,2 quilômetros com muita animação.


O evento acontece todo dia (01) de maio em comemoração ao dia do trabalhador, tradição que acontece há 24 anos. É realizado em conjunto por várias paróquias; da Vila Embratel, Anjo da Guarda, Vila Nova e de São Pedro na Madre Deus. 

O tema deste ano foi, “Fraternidade e Tráfico Humano”, e o lema, “É para a liberdade que Cristo nos libertou”. 

A concentração aconteceu às 15h, em frente ao Ministério Público Federal, no bairro Areinha, depois de vários atos, contra o tráfico humano, seguiu para a capela de São Pedro e foi encerrada na praça 7 Palmeiras na Vila Embratel.

A vereadora Rose Sales (PC do B), participou do evento, e na opinião da parlamentar a Romaria é um momento de reflexão, e acima de tudo de conscientização dos trabalhadores e trabalhadoras para crimes relacionados ao tráfico humano e outros. "Parabenizo a região do Itaqui-Bacanga pelo poder de organização, pelo talento, e por ser esta comunidade unidade e guerreira, quando se trata destas questões sociais", disse Rose Sales.




"O objetivo da Romaria é manter viva a tradição de caminhada realizada todos os anos, desde 1990, em favor da vida dos trabalhadores, desempregados, marginalizados e esquecidos, a intenção é conscientizar a todos, sobre os direito à saúde, alimentação, educação, trabalho, cultura, lazer, esporte, moradia, paz e segurança.

Pois todos têm direito às políticas públicas", disse o diretor da rádio Bacanga FM, Luis Augusto. A Comunitária fez a transmissão ao vivo do evento.

Este ano a 24ª Romaria do Trabalhador contou com a presença marcante da juventude, que acompanhou o percurso de 5,2 quilômetros com muita animação.

Confira:

















Fonte: Primeiro Portal Ibacanga                                                                                                                    

quinta-feira, 1 de maio de 2014

Amar e Mudar as coisas


 Neste ano a UJS completa 30 anos em defesa da juventude, do Brasil e do socialismo. no dia 03 de Maio Congresso da UJS em São Luis.


                                       30 anos em defesa da juventude, do Brasil e do Socialismo.