WebBanner_IPTUsite2

quarta-feira, 28 de novembro de 2018

Delegado Thiago Bardal volta para a cadeia




O delegado Thiago Bardal, ex-chefe da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), foi preso novamente, dessa vez por suspeita de envolvimento com assaltos a bancos. Em março deste ano, ele teve a prisão preventiva decretada sob a acusação de envolvimento com uma quadrilha especializada em roubo de cargas e contrabando.

Dessa vez, pesa sobre Thiago Bardal a suspeita de  praticar extorsão contra uma quadrilha de assaltantes de bancos. Segundo as investigações, ele e policiais da sua equipe recebiam propina para não prender os líderes dos bandos e para fazer vista grossa quando aconteciam assaltos a agência bancárias. O valor mensal que cabia ao delegado era de R$ 100 mil, segundo apurou a polícia.

Além de Thiago Bardal, tiveram as prisões preventivas decretadas os advogados Werther Ferraz Junior e Ary Cortez Prado Junior e o investigador João Batista de Sousa Marques.

Em depoimento, na manhã de hoje, à Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção (SECCOR), o  delegado e os supostos comparsas foram interrogados sobre as acusações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário