Banner B

terça-feira, 8 de novembro de 2016

Estudantes do Cintra exigem a desocupação da escola. "Não permitiremos que dez pessoas prejudiquem cerca de sete mil alunos”



Alunos da Fundação Nice Lobão Cintra utilizaram as redes sociais para exigir imediatamente a desocupação da escola por alunos que estão protestando contra a PEC 241. Centenas de comentários no Facebook vieram a tona. O grêmio da escola em nenhum momento discutiu com os alunos sobre a ocupação e tomado às decisões individualmente.

Segundo uma aluna, o ato é desrespeitoso e que mais da maioria quer realmente estudar. E que todo esse ato foi organizado por pessoas que não estudam na instituição e que estão lá para fazer dos alunos massa de manobra política.

 “Eu sou contra a PEC, mas sou contra essa forma de protesto, pois um grupo de dez pessoas está prejudicando toda a comunidade escolar composta por mais de sete mil alunos. Mais da maioria somos contra essa atitude vergonhosa do grêmio estudantil da escola, que em nenhum momento dialogou com os alunos, e utilizou uns cinco como massa de manobra política. Não vamos pagar por essa irresponsabilidade. Queremos urgentemente a desocupação de nossa escola, pois queremos estudar”, dispara uma aluna.

 As manifestações contra a PEC vêm caindo o número de escolas que tinham aderido ao movimento. No Liceu Maranhense, um grupo de jovens tentou ocupar o prédio. Mas pela eficiência, habilidade e responsabilidade do diretor da escola, foi feita uma assembleia geral onde os próprios alunos votaram contra a ocupação.

No Cintra, se tivesse uma gestão eficiente como a do Liceu, com certeza não chegaria a esse ponto. Um grupo de jovens de dez pessoas, sendo que a maioria não estuda na escola, estão prejudicando cerca de sete mil alunos.

Acompanhe abaixo as manifestações dos estudantes:










Nenhum comentário:

Postar um comentário