WebBanner_IPTUsite2

segunda-feira, 14 de março de 2016

Ato contra governo Dilma Rousseff reúne mais de 4 mil pessoas em São Luís


G1MA


Maranhenses participam em São Luís (MA) na manhã deste domingo (13) das manifestações que pedem a saída da presidente Dilma Rousseff, convocadas por quatro movimentos: Vem Pra Rua Maranhão, Movimento Brasil Livre Maranhão, Acorda Maranhão e Eu Te Amo Meu Brasil. Na capital maranhense, a concentração teve início às 8h, na avenida Litorânea, na orla da cidade.
De acordo com a Polícia Militar do Maranhão (PM-MA), às 10h20, já eram 4 mil manifestantes. Segundo a organização, a manifestação reuniu 5 mil pessoas.
No início da manhã, PM-MA contabilizava 2,5 mil manifestantes, e os organizadores, 2 mil pessoas. Por volta das 11h, os manifestantes começaram a se dispersar, e o movimento encerrou-se às 12h15, com tranquilidade e sem ocorrências de confrontos.
Os manifestantes montaram pelo menos três tendas no trecho próximo ao bairro São Marcos e utilizam um trio elétrico. Os manifestantes cantaram o Hino Nacional. O trânsito foi bloqueado nos dois sentidos da via, por agentes da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT).
Em São Luís, o movimento ganhou apoio dos sindicatos dos policiais federais e civis do Maranhão, além de uma associação de motoqueiros.
Pelo menos quatro equipes da Polícia Militar do Maranhão (PM-MA) e uma do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (PM-MA) acompanham o ato nesta manhã. Um helicóptero do Centro Tático Aéreo (CTA) também acompanhou a manifestação.
“Embora sejam vários movimentos com pautas distintas, o que nos une é justamente pedir a saída da presidente Dilma. Nós chegamos a um momento que o país não suporta mais tanta roubalheira, tanto desvio. São só dela. Como que seja apurado todos os fatos decorrentes desses desvios de verbas”, sustenta o coordenador do movimento Eu Te Amo Meu Brasil no Maranhão, Sóstenes Salgado.
Os organizadores ressaltam a união da sociedade na discussão dos temas de importância do país, o apoio às operações Lava-Jato – que investiga um esquema de corrupção da Petrobras – e Zelotes – que apura esquema de corrupção no Conselho de Administração de Recursos Fiscais (Carf) e ao juiz Sergio Moro, além de pedir o pleno funcionamento e independência do Ministério Público e a Polícia Federal.
Protestos no Maranhão
Na segunda maior cidade do Estado, Imperatriz (MA), 800 manifestantes foram à Praça Brasil, no Centro, protestar contra o governo Dilma, de acordo com as estimativas da PM. Já os organizadores disseram que 5 mil pessoas compareceram ao local.
O ato teve início às 10h, contou com uma passeata em ruas do Centro da cidade, em que manifestantes exibiram faixas e uma bandeira do Brasil, e encerrou-se às 11h30.

Nenhum comentário:

Postar um comentário