WB-Combate-Mosquito-960x90px

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Othelino Neto pegou pesado!



Quem viaja no ferry boat de caminhonete vai pagar R$ 80 e já cobre a taxa que o ferry-boat paga quando atraca aqui na Ponta da Espera ou no Cujupe. Só para que se veja o tamanho do absurdo que é essa situação, esse negócio da China que foi entregue para essas duas empresasenfatizou Othelino Neto.
Nesta sexta-feira (24), às 9h, no auditório da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), foi iniciada uma discussão aberta, com a sociedade sobre a proposta de licitação para o Serviço Público de Transporte Aquaviário Intermunicipal de Passageiros, Cargas e Veículos na modalidade ferry-boat, no trajeto Ponta da Espera/Cujupe.
O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB), abordou um tema da maior relevância na tribuna da Assembleia, nesta quinta (23), sobre os serviços prestados por essas empresas que detêm um monopólio sobre transportes de passageiros e veículos, no trajeto Ponta da Espera/Cujupe.
Realmente é uma bagunça esses ferry boats: sujeira, desorganização, preço exorbitante; falta conforto, segurança e o pior é que ninguém faz nada, esses empresários, como disse Othelino Neto, “têm um negócio da China” e nunca foram cobrados para melhorarem essa indecência de serviço prestado, por ambas. “Um furto sem tamanho”. Uma verdadeira fronteira sem vigilância. Um caminho aberto para o crime.

Do Blog do João Filho

Nenhum comentário:

Postar um comentário