sexta-feira, 19 de agosto de 2022

Veja quanto tempo os candidatos ao Governo do Maranhão terão na TV e no Rádio


Apesar da força das redes sociais e do avanço da internet no dia a dia dos cidadãos, as pesquisas mostram que a maioria do eleitorado ainda decide o seu voto pelos programas eleitorais exibidos na TV e no rádio. 


Dessa maneira, a campanha televisa pode ser crucial para a captura de votos indecisos ou até mesmo para virar o jogo nas disputas locais.


E o número de partidos que apoiam um determinado candidato ajuda a definir o tempo de TV e rádio, pois, a partir da junção das siglas em torno de uma candidatura se faz a soma da bancada no Congresso Nacional e esse é o principal critério para definir o tempo de televisão.


Com base nisso, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Maranhão divulgou, nesta sexta-feira (19), o tempo de televisão e rádios na propaganda eleitoral para os candidatos ao governo e ao Senado para o próximo pleito. Serão nove candidaturas.


Distribuição


O governador Carlos Brandão (PSB) terá o maior tempo de televisão. Atrás dele, vem o senador Weverton Rocha (PDT) com o segundo maior tempo. O ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Júnior (PSD) vem em seguida com o terceiro maior tempo. Lahesio Bonfim (PSC), que figura entre os três primeiros das pesquisas, contará com o menor espaço na propaganda.


inserções


Divisão do tempo:


Confira como foi distribuído o tempo de propaganda eleitoral gratuita, organizado do maior tempo para o menor:


Brandão (PSB) – 5 min e 16 segundos


Weverton (PDT) – 2 min e 35 segundos


Edivaldo Júnior (PSD) – 57 segundos

Simplício Araújo (SD) – 27 segundos


Enilton Rodrigues (PSOL) – 24 

segundos


Lahesio Bonfim (PSC) – 19 segundos


Excluídos


Ficarão de fora do horário eleitoral gratuito Hertz Dias (PSTU), Frankle Costa (PCB), e Joás Moraes (DC), por não terem cumprido a chamada cláusula de barreira, regra de desempenho exigida para que os partidos tenham acesso ao tempo de propaganda e ao fundo partidário.


A exigência é que, nas eleições de 2018, as legendas tenham conseguido eleger pelo menos nove deputados federais, distribuídos em pelo menos nove unidades da federação, ou tenham obtido no mínimo 1,5% dos votos válidos, também distribuídos em nove ou mais unidades da federação, com pelo menos 1% dos votos válidos em cada uma delas.


Inserções


Durante os 35 dias de propaganda eleitoral gratuita, os candidatos também terão direto a inserções de 30 segundos na programação: 


Brandão (PSB) – 516 inserções

Weverton (PDT) – 254 inserções

Edivaldo Júnior (PSD) – 94 inserções

Simplício Araújo (SD) – 44 inserções

Enilton Rodrigues (PSOL) – 41 


inserções


Lahesio Bonfim (PSC) – 31 inserções

Regras


Serão dois blocos de propagandas por dia no rádio, às 7h e às 12h, e dois na televisão, às 13h e às 20h30. Cada um terá 12 minutos e 30 segundos de duração. Além disso, haverá inserções de 30 segundos durante a programação das emissoras, entre 5h e meia-noite.

Pelas regras do TSE, 10% do tempo total são divididos igualmente entre os candidatos. Os outros 90% são calculados com base na representação na Câmara dos Deputados dos partidos que fazem parte das coligações. 


Ou seja, quanto mais deputados uma legenda tiver conseguido eleger em 2018, mais o presidenciável apoiado por ela aparecerá na programação.


As propagandas dos candidatos à Presidência serão exibidas às terças-feiras, quintas-feiras e sábados. As dos candidatos a deputados federais serão nesses mesmos dias, em horários diferentes, e as dos candidatos a governadores, senadores e deputados estaduais/distritais entrarão no ar às segundas, quartas e sextas-feiras.


Exibição


De acordo com a Resolução 23.610/2017, a propaganda eleitoral gratuita no rádio e TV será veiculada a partir do dia 26 de agosto e termina no dia 29 de setembro e ocorrerá da seguinte ordem:


Segundas, quartas e sextas


Senador: das 7h (sete horas) às 7h05 (sete horas e cinco minutos) e das 12h (doze horas) às 12h05 (doze horas e cinco minutos), na rádio; das 13h (treze horas) às 13h05 (treze horas e cinco minutos) e das 20h30 (vinte horas e trinta minutos) às 20h35 (vinte horas e trinta e cinco minutos), na televisão;

Deputado Estadual: das 7h05 (sete horas e cinco minutos) às 7h15 (sete horas e quinze minutos) e das 12h05 (doze horas e cinco minutos) às 12h15 (doze horas e quinze minutos), na rádio; das 13h05 (treze horas e cinco minutos) às 13h15 (treze horas e quinze minutos) e das 20h35 (vinte horas e trinta e sete minutos) às 20h45 (vinte horas e quarenta e cinco minutos), na televisão;

Governador: das 7h15 (sete horas e quinze minutos) às 7h25 (sete horas e vinte e cinco minutos) e das 12h15 (doze horas e quinze minutos) às 12h25 (doze horas e vinte e cinco minutos), na rádio; das 13h15 (treze horas e quinze minutos) às 13h25 (treze horas e vinte e cinco minutos) e das 20h45 (vinte horas e quarenta e cinco minutos) às 20h55 (vinte horas e cinquenta e cinco minutos), na televisão.


Terças, quintas e sábados

Presidente: das 7h (sete horas) às 7h12m30 (sete horas, doze minutos e trinta segundos) e das 12h (doze horas) às 12h12m30 (doze horas, doze minutos e trinta segundos), na rádio; das 13h (treze horas) às 13h12m30 (treze horas, doze minutos e trinta segundos) e das 20h30 (vinte horas e trinta minutos) às 20h42m30 (vinte horas, quarenta e dois minutos e trinta segundos), na televisão.


 Deputado federal: das 7h12m30 (sete horas, doze minutos e trinta segundos) às 7h25 (sete horas e vinte e cinco minutos) e das 12h12m30 (doze horas, doze minutos e trinta segundos) às 12h25 (doze horas e vinte e cinco minutos), na rádio; das 13h12m30 (treze horas, doze minutos e trinta segundos) às 13h25 (treze horas e vinte e cinco minutos) e das 20h42m30 (vinte horas, quarenta e dois minutos e trinta segundos) às 20h55 (vinte horas e cinquenta e cinco minutos), na televisão. 


Para veiculação da propaganda eleitoral gratuita é considerado o horário de Brasília (DF).

Nenhum comentário:

Postar um comentário