Banner B

domingo, 11 de março de 2018

Organização investigada por desvios de dinheiro tinha teia de sócios em Rosário


A Cooperativa Maranhense de Trabalho e Prestação de Serviços (Coopmar), protagonista do maior esquema para desvio de dinheiro público já descoberto no Maranhão, tinha em seu quadro de sócios uma verdadeira ‘teia’ familiar com base em Rosário, município que firmou contrato com a empresa e desde dezembro de 2016, vem sendo alvo das investigações da Operação Cooperare.
Na tarde de ontem, revelamos que parentes do vereador de Rosário, Sandro Mauro Dias Marinho (PDT), integraram o quadro da empresa que é suspeitar de ‘assaltar’ R$ 230 milhões dos cofres públicos de dezessete prefeituras maranhenses. No entanto, novos documentos obtidos com exclusividade pelo Blog do Wallace Braga, indicam que o número de sócios era bem maior do que se possa imaginar. Continue lendo em: https://maranhaodeverdade.com/page/2/

Nenhum comentário:

Postar um comentário