WebBanner_IPTUsite2

terça-feira, 2 de janeiro de 2018

Em Caxias, diretores da Assembleia prestam homenagem ao presidente Humberto Coutinho



Diretores da Assembleia Legislativa se deslocaram para o município de Caxias para prestar a última homenagem ao presidente Humberto Coutinho. Todos foram enfáticos ao destacar não somente o perfil de líder do presidente, mas também a amizade, os conselhos e o caráter conciliador do parlamentar.

Na comitiva está o diretor-geral da AL, Carlos Alberto; a Chefe do Cerimonial, Aristéria Farias; o diretor de Comunicação, Carlos Alberto Ferreira; o diretor-geral da Mesa, Bráulio Martins; o diretor de Recursos Humanos, Eduardo Pinheiro; a presidente da Comissão de Licitação, Catarina Leal; o diretor Financeiro, Abimael Linkon; o comandante do Gabinete Militar, coronel Marco Antônio Pimentel; a secretária da Presidência, Patrícia Maruska; e o procurador-geral da AL, Luís Felipe Rabelo.

“Homem público e com grandes qualidades. O deputado Humberto era mais que um chefe, era um amigo e conselheiro. Descanse em paz”. Declarou Bráulio Martins.

“Morreu um homem que só era menor que seu coração grandioso”, destacou Carlos Alberto Ferreira, que era ainda amigo do presidente há mais de 20 anos.

“Mais que um chefe, um amigo, uma pessoa admirável, que deixa o exemplo de uma bela trajetória de homem público. O meu muito obrigada. Vá em paz”, disse Catarina Leal.

O diretor-adjunto de Comunicação, Luiz Pedro Oliveira, disse que Humberto Coutinho faz parte da história política de Caxias e do Maranhão. Foi um líder vigoroso, com influência não só em seu município de origem e nos territórios vizinhos, mas em lugares tão distantes como Tuntum e São Domingos do Martanhão.

"A morte do deputado Humberto deixa um imenso vazio em Caxias, na Assembleia Legislativa e no grupo do governador Flávio Dinio. Suas habilidades como articulador e conciliador farão falta neste futuro próximo", destacou Luiz Pedro.

Consternado, o chefe-adjunto do Gabinete Militar, coronel Jinkings, afirmou que Caxias e o Maranhão não perderam apenas um grande líder político, mas, sobretudo, um homem cujo caráter, generosidade e cumplicidade com sua esposa inspiravam todos em seu redor".

"Doutor Humberto foi um conciliador, aquele que consegue resolver grandes questões com poucas palavras. Uma pessoa de coração manso, tranquilo e que acreditava nas pessoas. A maior palavra que resume todo meu sentimento é gratidão pela oportunidade e confiança nesses quase quatro anos", afirmou o diretor Financeiro, Abimael Cutrim.

Impossibilitada de se deslocar a Caxias devido a problemas de saúde, a Auditora Geral da ALEMA, Fernanda Guimarães, também manifestou o seu pesar com a morte do deputado Humberto: "um homem de coração imenso, que deixa um legado de generosidade, simplicidade e respeito ao próximo". 

Nenhum comentário:

Postar um comentário