WB-Combate-Mosquito-960x90px

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Empresa que vendia sorvete faturou mais de R$ 1 milhão com recursos da Saúde no Maranhão

A Operação Pegadores da Polícia Federal deflagrada nesta quinta-feira (16), teve como objetivo também prender pessoas ligadas a uma empresa de fachada. Foi detectado nas investigações que uma empresa registrada como sendo uma sorveteria passou por um processo de transformação jurídica e se tornou, da noite para o dia, em uma empresa especializada na gestão de serviços médicos. Essa empresa foi utilizada para a emissão de notas fiscais frias, que teriam permitido o desvio de R$ 1.254.409,37.
Os investigados responderão na medida de suas participações pelos crimes de peculato, corrupção ativa, corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa, dentre outros.
Após os procedimentos legais, os investigados serão encaminhados ao sistema penitenciário estadual, onde permanecerão à disposição da justiça federal. (Com informações do Blog do Diego Emir)

Nenhum comentário:

Postar um comentário