WebBanner_IPTUsite2

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Com o foco em propostas, Paulo Rogério lança candidatura à presidência do Crea-MA


Alavancar o processo de desenvolvimento do Estado através da modernização administrativa e implementar mudanças que estabeleçam uma gestão ainda mais democrática, transparente e participativa. Estas são as prioridades do candidato à presidência do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Maranhão (CREA-MA), Paulo Rogério.

Graduado em Engenharia Civil pela Universidade Estadual do Maranhão, Paulo que também é formado em Economia pela Universidade Federal do Maranhão, lança sua campanha com o ideal de reformular o modelo de gestão da entidade, proporcionando uma interação mais efetiva com a sociedade. 

"Temos propostas que valorizam o exercício da profissão. Fizemos nosso programa de gestão ouvindo os profissionais que atuam no setor, inclusive com a realização de encontros e plenárias. Quero dedicar três anos da minha vida ao CREA, e não fazer disso trampolim profissional”, declarou o engenheiro, caso eleito, justificando ainda a estratégia que adotará com um slogan focado no novo.

Há 47 anos o CREA-MA atua na fiscalização e no fornecimento do registro profissional de engenheiros, arquitetos, agrônomos, geólogos, geógrafos, meteorologistas, além de técnicos de ensino médio e tecnológicos desse setor. 

Além de Integrar a fiscalização profissional, desenvolver e aprimorar as ferramentas e processos operacionais que possam viabilizar uma gestão participativa, outra intenção de Paulo Azevedo é investir na transparência do órgão, publicando no Portal Transparência do Crea-MA a relação dos profissionais, empresas aptas a prestação de serviços.

“Estou cercado de grandes profissionais que vão ajudar o Crea e minha administração. Vamos resgatar o respeito que o Crea merece. Vamos ser a entidade de classe mais representativo do Maranhão, pois pretendemos fortalecer as Inspetorias, para melhorar a fiscalização profissional”, concluiu.

A corrida eleitoral no CREA-MA terá seu desfecho em 15 de dezembro, dia da votação. O mandato de presidente é de três anos, podendo ser prolongado por outros três. Os profissionais da entidade também elegem o Presidente do Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Confea), e o Diretor Geral e Administrativo do Caixa de Assistência dos Profissionais do CREA (Mútua-MA).

Paulo Rogério  apoia a candidatura de Jobson para a presidência do Confea. Para os demais cargos ainda não está apoiando ninguém. 

Conheça um pouco sobre a trajetória do candidato:

FORMAÇÃO ACADÊMICA

- Graduado em Engenharia Civil pela Universidade Estadual do Maranhão
- Graduado em Economia pela Universidade Federal do Maranhão

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

Empresário do ramo da construção civil, atuando no ramo de fundações - Atual
- Setor de Engenharia da Universidade Estadual do Maranhão – UEMA – 2009
- Divisão de Engenharia da Secretária de Estado da Educação – 2007
- Divisão de Engenharia da Secretaria de Educação e Cultura do Maranhão – 1984
- Engenheiro da Companhia de Habitação do Maranhão – COHAB – 1982

CARGOS OCUPADOS
- Diretor Efetivo da Associação Comercial do Maranhão para Assuntos da Construção Civil – 2007/2008
- Conselheiro do CREA-MA 2006 a 2011( Indicação pelo Clube de Engenharia do MA)  - Coordenador da Câmara de Engenharia Civil – CREA-MA

- Coordenador do setor de engenharia da Semus em São Luís.

Nenhum comentário:

Postar um comentário