Banner B

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Prof. Antonísio Furtado responde ao Blog


                  NOTA DE ESCLARECIMENTO


É preciso dizer a verdade para calar a mentira e os mentirosos.

Em respeito a todos os profissionais da rede municipal de ensino de São Luís e à minha história de luta, venho a público esclarecer os fatos e repudiar os covardes que se utilizam de um blog para distorcer a verdade e me atacar.


1- Milito no movimento sindical há quase duas décadas e, em momento algum, durante todo esse período, fiz conchavo com governador, prefeito e secretários. Muito menos fiz acordos espúrios com estes atores para auferir vantagem pessoal;


2 - Mente quem diz que eu não participei de nenhuma atividade de luta nessa greve. Estive nas assembleias, plenárias, nas atividades de rua e compareci à ocupação. É fato que não estive em todas, pois também sou professor da rede estadual. Agora, participei do primeiro ao último dia da luta, tanto é que recebi meu salário de agosto com o desconto das faltas;


3 - Quando me pronunciei na assembléia que suspendeu a greve, em momento algum fiz discurso demagógico e muito menos tive fala rechaçada pelos meus pares. Na ocasião, falei que estranhava a postura da diretoria do sindicato, pois esta tinha deixado de lado as reivindicações dos educadores, reduzindo o debate a uma disputa pessoal com o secretário de educação. Aliás, este alerta​ foi feito desde a assembléia ocorrida na FETIEMA. Foi ressaltado também o estranho fato da diretoria do sindicato não responsabilizar o prefeito e o vice-prefeito pelos problemas da educação. Afirmei que não entendia o porquê de não se ver na TV notas do sindicato desmentindo a propaganda do prefeito;


4- Esclareço que não integro o comando de greve e a comissão de negociação. Optei por ficar de fora, pois não acredito no sindicalismo pautado no golpismo e no coleguismo que é protagonizado pela diretoria do SINDEDUCAÇÃO.
A luta de classe que sempre rendeu bons frutos aos trabalhadores e pela qual me referencio, foi e é pautada em uma outra ótica e em outra postura;


5- Esse ataque à minha pessoa, não é obra do acaso e nem ocorre de graça. Os responsáveis por ele são os mesmos que conduziram nossa greve para o desfecho que teve. Eles não podem me culpabilizar por isso, mas agem no afã de me indispor com o professorado.


Diante do exposto, pergunto:

-- O que conseguimos com a greve? 
-- Quantos itens da nossa pauta de reivindicações foram atendidos? 
Para responder tais perguntas, é necessário que se conheça a pauta de reivindicações. Por que será que esta não foi amplamente divulgada na base da nossa categoria​ durante a greve?
-- Vamos ter reajuste???
Ah! temos que esperar o estudo de viabilidade econômica que está sendo feito pelo Ministério Público.
Antes que alguém diga que a greve não serviu para nada, afirmo: Serviu sim! seu desfecho evidencia o nível de amadorismo e despreparo da diretoria do SINDEDUCAÇÃO na condução da luta. 
-- Como iniciar uma campanha salarial sem antes realizar um amplo estudo das condições financeiras do município?
Os sindicatos que possuem diretorias competentes e comprometidas com a luta dos trabalhadores fazem esse dever de classe como pré-requisito para iniciar um movimento paredista.

Por último afirmo: apesar dos ataques e perseguições que sofro por parte dos governos e das diretorias dos nossos sindicatos, continuo disposto a encampar as lutas futuras em defesa de dias melhores para a educação pública, educadores e educandos.


“Três coisas não podem ser escondidas por muito tempo: o sol, a lua e a verdade."
(Buda)


Saudações!

Prof. Antonísio Furtado

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Caro professor Aluisio Furtado, minha solidariedade. Conheço sua luta em prol dos professores, na defesa da educação desse Estado. Já tivemos em muitas batalhas juntos e por isso admiro sua coragem e insistência, eu desisti, cansei de lutar contra o sistema, contra sindicatos com diretorias pelegas, descompromissadas e sem nenhuma transparência, enfim quero me solidarizar com você e dizer que os professores estão alertados, sabem da sua luta e sabem também que tipo de direção sindical temos em se tratando de educação. Meus cumprimentos, um forte abraço e dizer: Você incomoda muita gente rsrsrs ... os pelegos.

    ResponderExcluir