WebBanner_IPTUsite2

terça-feira, 15 de agosto de 2017

Organizadores destacam sucesso da Copa Nordeste de Triathlon em São Luís


São Luís, recebeu no último sábado, a segunda etapa da Copa Nordeste de Triathlon, com 750m de natação, 20km de ciclismo e 5km de corrida. E, ao final, quem levou a melhor entre os homens foi o cearense José Edson Vitorino de Sousa. Na prova entre as mulheres, mais uma cearense: Maria Ivoneida Matos Moraes. Ao todo, 180 atletas do Maranhão, Piauí, Ceará,  Bahia e Rio Grande do Norte participaram da prova, que contou ainda com um triatleta de Minas de Gerais.

A competição serviu de seletiva para uma das provas mais importantes do calendário nacional, a Copa Brasil, que acontece em outubro em Manaus. A maranhense Myrcea Caroline Araújo Muniz, quarta colocada no torneio realizado na capital, deverá representar o Maranhão na competição nacional da modalidade.

OS VENCEDORES

No masculino, José Edson completou a prova com o tempo de 1h02m24s, seguido por Eligio Brendo Ferreira Terceiro, também do Ceará, com 1h02m34s. Almir Sorbo, outro cearense, completou o pódio com 1h03m43s.

No feminino, Maria Ivoneida venceu com 1h13m45s. O segundo lugar ficou para Verônica oliveira de Menezes, com 1h18m15s e o terceiro para Mônica Simões Rodrigues, com 1h19m49s. A triatleta Myrcea Caroline, única maranhense entre os quatro melhores tempo, completou a prova em 1h22m22s.

A segunda etapa da Copa Nordeste de 2017 foi uma realização da Confederação Brasileira de Triathlon (CBTri), com apoio da Federação Maranhense de Triathlon (Fematri).

AVALIAÇÃO POSITIVA

O presidente da CBTri, Marco Antônio La Porta Júnior que esteve em São Luís, prestigiando o evento, fez uma avaliação positiva da organização da competição da modalidade na capital maranhense.

"O Maranhão tem-se desincumbido bem das atribuições. As coisas têm funcionado e me surpreendeu o número de atletas maranhense na competição. Acredito que estamos a cada prova demonstrando ótima qualidade e isso acontece porque a cada dia as provas de triathlon conquistam mais adeptos", disse La Porta.

O presidente da Fematri, Helbert Menezes, ficou satisfeito com a vinda de competidores várias partes do país para a Copa Nordeste e acredita que a qualidade das competições em São Luís atraiu os triatletas de fora do Estado.

"O que me motivou a fazer a prova em São Luís foi o histórico de boas provas na questão de organização e valorização do atleta. Valorizo as provas regionais, pois são delas que saem os talentos para as provas mais importantes, é uma forma de descoberta de talentos. Estou satisfeito com a vinda de competidores várias partes do país para a Copa Nordeste e a receptividade que nossos triatletas deram a eles", disse Menezes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário