WebBanner_IPTUsite2

segunda-feira, 3 de abril de 2017

Voz das ruas desmente pesquisa que aponta alta aprovação do governo Flávio Dino



Blog do Daniel MatosOs números da pesquisa Exata que apontam elevada aprovação popular do governo Flávio Dino (PCdoB) estão sendo vistos com desconfiança por grande parcela da classe política e, principalmente, pelo povo. Para muitos, os comunistas superestimaram a avaliação favorável ao comunista, de modo a camuflar o seu desgaste progressivo, motivado por uma série de medidas impopulares, como o aumento de impostos, e escândalos como o “Aluguel Camarada” e a recente prisão de um ex-secretário-adjunto do governo em uma operação da Polícia Federal que investigou corrupção ativa, passiva e outros crimes.
Desde que foi divulgada com estardalhaço pela mídia palaciana, em pleno 1° de abril – dia do calendário folclórico consagrado à mentira -, a pesquisa Exata foi desmentida nos quatro cantos do Maranhão. Observadores atentos da cena política e cidadãos comuns receberam, incrédulos, a informação de que Flávio Dino tem 60% de aprovação popular, afirmando que o dado estatístico não passa de mais uma falácia dos atuais donos do poder no estado.
Motivos para desconfiar dos números não faltam. Aliás, as razões se multiplicam a cada dia e vão desde a ausência de combate efetivo à violência, à carga tributária massacrante imposta ao povo e à classe empresarial, ao favorecimento a aliados com cargos e contratos na administração estadual, ao envolvimento de membros do governo com atos de improbidade, à onipresença do governador e do seu secretário mais influente nas redes sociais, ao reajuste pífio concedido aos professores, ao engodo da despoluição das prais, dentre tantos outros atos e fatos negativos, capazes de desqualificar a pesquisa encomendada por Flávio Dino.
Ignorando a suspeita de manipulação e os questionamentos dos céticos, o governador, como de hábito, comemorou o resultado nas redes sociais, atribuindo-o à “vontade de nossa equipe de fazer mais e melhor pelo Maranhão”. Sem pudor algum, postou em seu perfil no Facebook, no Twitter e no Instagram uma foto em que aparece rodeado por crianças, em mais um  gesto populista, algo que tem virado sua marca registrada ao longo do mandato.
As reações à pesquisa nas redes sociais deixaram claro que a margem de aprovação apresentada pelo comunista carece, no mínimo, de reavaliação. Cismados com o percentual divulgado, muitos internautas não esconderam a incredulidade. Em meio aos comentários servis, sobraram manifestação de repúdio aos números e ao governo. Houve quem clamasse por socorro ao Maranhão, quem fizesse alusão ao Dia da Mentira (em alusão à data em que a pesquisa veio a público) e até quem se dissesse arrependido de ter votado em Flávio Dino.
Nas ruas e no ambiente virtual, é notória a falta de respaldo popular à pesquisa. Enquanto o governo faz festa com números que podem ser ilusórios, o povo externa toda a sua insatisfação e decepção com o governante eleito com um discurso de mudança, mas que em em 25 meses de mandato protagoniza um fiasco, só não reconhecido por sectários, bajuladores e aliados de ocasião.

Um comentário:

  1. Apesar da oposição ter se empenhado para desqualificar projetos recentes do Governo do Estado, como o reajuste dos professores e a readequação do ICMS, o governador Flávio Dino continua com altos índices de aprovação.

    Resultado da pesquisa Exata/Jornal Pequeno, divulgado neste domingo (01), coloca o comunista com 60% de aprovação. É quase o dobro dos eleitores insatisfeitos que somaram 36% e 4% não responderam ou não souberam opinar. No levantamento foram entrevistadas 1.400 pessoas.

    Em comparação com a última pesquisa, realizada em dezembro de 2016, houve redução (61%), mas dentro da margem de erro, o que demonstra estabilidade e confiança da população. Levando em conta a votação do comunista em 2014 (63%), percebe-se que Dino mantém sua avaliação de forma linear; aqueles que o escolheram na eleição estão satisfeitos com o seu governo.

    ResponderExcluir