Banner B

quinta-feira, 13 de abril de 2017

Prefeita Fernanda Gonçalo faz balanço dos 100 dias de governo em Bacabeira



A prefeita de Bacabeira, Fernanda Gonçalo (PMN), fez um balanço sobre os 100 primeiros dias de seu governo, logo após a solenidade de entrega do título de cidadão ludovicense, ao engenheiro e empresário Celso Gonçalo, realizada na tarde da última quarta-feira (12), na Câmara de São Luís. (
A chefa do executivo bacabeirense fez uma detalhada explanação sobre as ações realizadas em todas as áreas da administração municipal, durante entrevista à imprensa, na sala de reuniões do Palácio Pedro Neiva de Santana, sede do legislativo da capital.


Acompanhada do marido, o prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo; dos vereadores Dino Petronilio (PPS) e Elias Lima, o Tchabal de Lausinho (PROS), presidente da Câmara bacabeirense; além de assessores, a prefeita Fernanda Gonçalo respondeu a todos os questionamentos formulados por radialistas e jornalistas e, reafirmando compromissos assumidos na campanha eleitoral, anunciou novas frentes de trabalho que deverão ser implementadas ao longo dos próximos meses.
Assegurando que irá honrar todos os seus compromissos, Fernanda anunciou o cumprimento de várias promessas de campanha em apenas quatro meses de gestão.
— Imprimimos uma marca e começamos a cumprir propostas de governo, com apenas quatro messes de gestão. Ou seja, enquanto arrumávamos a casa, também estávamos cumprindo nossas promessas de campanha. Nesses 100 dias, construímos casas de alvenaria, implantamos o projeto Ilhas de Internet, lançamos o Programa do Leite e iniciamos a construção do Centro de Convenção — declarou.
Ao final da entrevista, depois de fazer o relato de uma série de medidas que estão contribuindo para elevar a qualidade de vida da população, meta prioritária da sua administração, a prefeita Fernanda Gonçalo afirmou que a reconstrução da cidade está se dando com trabalho e sem crise.
— Somos um governo presente, um governo que dialoga e que busca soluções para os problemas. Costumamos dizer que a nossa gestão tem que funcionar como um carro acelerando sem freio. Ou seja, temos que trabalhar para cumprir todas nossas propostas e sem falar em crise — concluiu.
Com informações do Jornalista e Blogueiro Isaías Rocha

Nenhum comentário:

Postar um comentário