WB-Combate-Mosquito-960x90px

terça-feira, 21 de março de 2017

Operação da PF vazou para o Palácio dos Leões?


Blog do Daniel Matos- Pelo visto, a Operação Tuning, deflagrada hoje pela Polícia Federal para cumprimento de mandados judiciais de prisão preventiva e temporária em desfavor de 19 investigados, vazou. Reforça tal suspeita a exoneração do ex-secretário adjunto de Administração, Logística e Inovação Penitenciária, Danilo dos Santos Silva, determinada e oficializada por meio de ato assinado pelo próprio governador Flávio Dino (PCdoB).

Publicada há apenas 12 dias no Diário Oficial do Estado, a demissão do ex-gestor da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) coincidiu com o período em que a operação era planejada. Como a PF não tem como hábito informar de forma antecipada suas ações, é provável que Palácio dos Leões teve acesso à informação privilegiada sobre a investigação até então sigilosa.

Assim, ganhou tempo para tomar providências com o intuito de isentar o governo de qualquer culpa sobre os crimes praticados no sistema penitenciário, entre os quais extorsão, corrupção ativa, passiva e violação de sigilo funcional.

Diante da desconfiança, cabe perguntar ao governo o motivo da exoneração. Se foi por causa dos fatos apurados pela PF, tem-se a confirmação do vazamento. Mas se a razão for outra, que venha a público logo, de forma oficial e respaldada por uma explicação convincente.

Dúvidas à parte, há uma certeza: a de que o governo comunista esta longe de ser o exemplo de honestidade que seus líderes não se cansam de exaltar. Pelo contrário, a cada escândalo, é obrigado a cortar na própria carne para que seu chefe maior mantenha a pose de arauto da moralidade.


Nenhum comentário:

Postar um comentário