Banner B

sábado, 4 de março de 2017

No RS, prefeito telefona para médico ausente em postinho; já em São Luis, Edivaldo está sem moral e pulso firme para cobrar


Na última quinta-feira, o prefeito de uma das cidades do Rio Grande do Sul resolveu telefonar para um dos médicos que estava ausente em seu horário de atendimento em uma UBS (Unidade Básica de Saúde). Atitude louvável.
Aqui em São Luís, o prefeito até pode e deve seguir o exemplo. Mas como não cumpre com seus compromissos e não cuida da cidade, teria ele alguma moral para cobrar alguma coisa dos servidores municipais?
É, meu povo, dois pesos e duas medidas. Alguém tem que ligar para Holandinha e dizer a ele que o seu salário está em dia e que tem por obrigação aparecer e começar a trabalhar pelo povo, que agora está se sentindo lesado e enganado por este gestor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário