WB-Combate-Mosquito-960x90px

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Assaltos a ônibus voltam a crescer na grande São Luís



Com base em estatísticas fornecidas pelas empresas que realizam o transporte público em São Luís, o sinal de alerta foi novamente acionado. Nos meses de dezembro de 2016 e janeiro de 2017, os assaltos a ônibus atingiram índices preocupantes.

Em Dezembro do ano passado, foram 69 assaltos a coletivos em toda a Região Metropolitana. Sendo assim, 2016 fechou com 604 ocorrências do tipo. Os 69 registros, estão bem acima do que foi verificado em Agosto, Setembro, Outubro e Novembro, período em que o crime chegou a cair. Mesmo diante de toda essa trajetória, os 604 assaltos do ano passado, estão abaixo dos 662 contabilizados nos doze meses de 2015.

O ano de 2017, também não começou muito bem. Nos 31 dias de Janeiro, foram 77 assaltos em toda a Grande São Luís, número ainda maior que em Dezembro. Pelas estatísticas é possível observar que não existem bairros onde a prática é mais comum. Os crimes foram cometidos nas diversas regiões da capital. Em algumas datas, houveram picos desse tipo ação. Em 21 de Janeiro, por exemplo, foram 07 assaltos, no dia seguinte, foram 06 ocorrências e nos dias 24 e 25 de Janeiro, a soma foi de 10 assaltos em 48 horas.

Com essas estatísticas em mãos, o Presidente do Sindicato dos Rodoviários, Isaias Castelo Branco deverá solicitar uma reunião com as autoridades de Segurança Pública e cobrar ações enérgicas, no que se refere ao combate a essa modalidade de crime. A operação 'Busca Implacável', desenvolvida pela Polícia Militar, que consiste em abordagens surpresas dentro dos ônibus, de fato surtiu efeito nos primeiros meses, mas agora, ao que tudo indica, precisa planejar novas estratégias, que possibilitem a redução nos índices.

"Mais uma vez, retornamos a este assunto desagradável e que gera em toda a diretoria do Sindicato, muita preocupação. Só quem é motorista, cobrador, fiscal, além é claro, dos usuários, sabem o pânico que um assalto a ônibus causa. Estamos lidando com vidas e por isso, a necessidade de novas ações que possam impedir os crimes e prender os assaltantes. Não podemos permitir que os assaltos voltem a aterrorizar a população de São Luís. O papel do Sindicato dos Rodoviários é exigir da polícia o combate efetivo dos assaltos e isso temos feito incansavelmente. Infelizmente, a justiça também não colabora e concede constantemente, o beneficio da saída temporária para centenas de presos. Não são todos, não podemos generalizar, mas muitos aproveitam essa 'liberdade' para voltar a praticar crimes. Espero que ainda nesta semana, a Secretaria de Segurança Pública, possa nos atender para discutir a questão", enfatiza Isaias Castelo Branco, Presidente do Sindicato dos Rodoviários do Maranhão.


Nenhum comentário:

Postar um comentário