Banner B

sexta-feira, 13 de maio de 2016

Diretora fantasma que recebia R$18 mil é exonerada da Assembleia Legislativa

A Exonerada Lílian Dias Alves ex- Funcionária
 Da Assembleia Legislativa Do Maranhão.

Na última quinta-feira (12), após denúncia do Sindicato dos Servidores da Assembleia Legislativa do Maranhão (Sindsalem), a comissionada Lílian Dias Alves foi exonerada do cargo de Diretora Legislativa da Assembleia, como consta no Diário Oficial da Casa. De acordo com informações apuradas pelo Sindicato, Lílian recebia R$ 18 mil por mês sem trabalhar.

A operação “exonera-fantasmas” promovida pelo Sindsalem vem ganhando cada vez mais força e mostrando resultados.

O cargo passa a ser ocupado pelo servidor de carreira Maneton Antunes de Macedo, até então Diretor Adjunto Legislativo e que, de fato, segundo informações, exercia as funções da exonerada, mas recebia o salário muito menor.

Para o Sindsalem, a exoneração de Lílian Dias comprova as denúncias feitas pela categoria e a possibilidade de existir improbidade administrativa por parte da atual presidência da “Casa do Povo”. Agora, o objetivo do Sindicato é cobrar, por meio da Justiça, que a servidora, e quem auferiu vantagem por meio dela, devolvam aos cofres públicos todo o dinheiro embolsado ilegalmente.

Vale ressaltar, ainda, que Lílian é apenas uma em meio à infinidade de funcionários-fantasma que ainda existem na Assembleia Legislativa. Nesse sentido, o Sindicato está intensificando as denúncias em âmbito nacional pela moralização do serviço público, pelo fim da corrupção e, sobretudo, pela valorização dos servidores estáveis e efetivos que, de fato, trabalham e honram o Poder Legislativo Estadual.


Nenhum comentário:

Postar um comentário