WB-Combate-Mosquito-960x90px

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Planalto teme traição em votação secreta para liderança do PMDB

G1.COM



A disputa pela liderança do PMDB passou a preocupar o Palácio do Planalto por um aspecto: a eleição será secreta. 

Se fosse uma recondução por lista, o governo não teria dúvida da recondução do atual líder, deputado Leonardo Picciani (RJ), aliado do Planalto.

Mas articuladores políticos do governo temem um elevado grau de traição. 
Com o apoio da bancada mineira, Picciani tem vantagem em relação ao seu adversário, o deputado Hugo Motta (PB). 

Mas, no voto secreto, essa vantagem pode cair. Por isso, apesar do apoio nos bastidores, a ordem no Planalto é ser discreto para evitar qualquer sequela depois da eleição.


Nenhum comentário:

Postar um comentário