WebBanner_IPTUsite2

terça-feira, 27 de outubro de 2015

CASO DE POLÍCIA: ELEIÇÃO PARA O DIRETÓRIO ESTADUAL DO PMDB ESTÁ COMPROMETIDA

 A eleição para o diretório estadual do Partido do Movimento Democrático Brasileiro – PMDB, poderá virar caso de polícia. Em recente almoço com a imprensa, a candidata à presidência do PMDB no Maranhão, Andréa Murad, afirmou que o processo eleitoral da legenda está totalmente corrompido. Suspeita de inexistência de reunião com membros do partido, fraude em assinaturas e até duplicidade de assinaturas foram verificadas. 



 A Deputada Estadual Andréa Murad e o Deputado Federal Hildo que encabeçam a chapa “Renovar para Crescer”, que fazem oposição à chapa do senador João Alberto, que está há 30 anos sob o comando da legenda no Maranhão e conseguiu atrofiar o partido, mesmo tendo como aliada a governadora Roseana Sarney que comandou o estado por metade deste período. O retrato do PMDB no Maranhão se resume a 90 diretórios municipais e muitos deles ainda provisórios.
O vexame maior e prova desta pífia gestão de 30 anos no comando do partido, aconteceu no município de Paço do Lumiar, em que o atual comando provisório da legenda foi destituído por não servir às ordens do senador. O resultado: A justiça mandou retornar o comando partidário aos atuais membros, neste caso, o ex-prefeito Gilberto Arôso.
Os atropelos da atual direção estadual do partido não param por aí, no município de Vargem Grande, o ex-prefeito Miguel, que é membro da legenda, foi ludibriado a assinar um documento em apoio à chapa do senador sem ao menos saber para que servia, sendo que o ex-prefeito, pensava que era refente a eleição do PMDB e não outorga de apoio a candidato a ou b.
RECURSOS AO PMDB ESTADUAL E NACIONAL
A chapa “Renovar para Crescer”, protocolou pedido junto aos diretórios estadual e nacional, para que os prazos e requisitos previstos no Estatuto do partido sejam cumpridos. Segundo a chapa de oposição, fraudes e ações fantasmas, teriam como objetivo a redução do prazo para o processo eleitoral, que pelo estatuto do partido deveriam durar 45 dias, mas foi reduzido para 10, ou seja, sem tempo hábil para que outras chapas pudessem se inscrever e fazer campanha em busca de alianças.
JUSTIÇA E POLÍCIA
Caso não cumpram o estabelecido no Estatuto do Partido, o advogado Marcos Lobo, acionará o atual comando partidário na justiça e em seguida na Delegacia de Defraudações, para se confirmar a veracidade da reunião, a convocação dos membros que assinaram a ata de reunião e publicação de convocação no Diário Oficial do Estado, previsto no Artigo 26 do estatuto da legenda.
 CANDIDATURA VIROU PICOLÉ
A desistência de Zé Alberto, atual prefeito do município de Bacabal, em apoiar a chapa da Deputada Andréa Murad teria sido porque o senador João Alberto teria retirou a candidatura do deputado estadual Roberto Costa, e ao que tudo indica, a candidatura do deputado derreteu, ele ainda chegou a transferir seu domicílio eleitoral para o município. O desmando de 30 anos é tão grande, que mesmo com a mudança de título para o interior do Maranhão, o deputado estadual eleito com a força do povo e do DETRAN, ainda continua dando as cartas na legenda municipal de São Luís, querendo forçar a barra colocando em seu lugar, o ex-diretor geral do DETRAN, André Campos, mas, esta será uma outra postagem.



Nenhum comentário:

Postar um comentário