WB-Combate-Mosquito-960x90px

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Instituto Exata erra ao divulgar pesquisa com 101% para prefeito

A TV Guará afiliada da Record News no Maranhão errou. O canal divulgou dados errados de uma pesquisa de intenção de voto para prefeito de São Luís na última quarta-feira (09). No levantamento do Instituto Exata, encomendado pela emissora, o total dos votos soma 101%, quando a porcentagem correta deveria ser 100%.
A rede, cujo slogan é diferente por natureza, cometeu o equívoco e provavelmente acabou dando um ponto percentual a mais para um dos candidatos, inflou o índice dos que ‘não sabem’ ou elevou em um ponto o número de ‘branco e nulo’.
Na pesquisa Espontânea, por exemplo, quando não se apresenta nenhum nome e apenas pergunta-se em quem o eleitor votaria para prefeito de São Luís, segundo dados divulgados pela emissora, foram citados 14 nomes e o atual prefeito Edivaldo Holanda Júnior liderou com 15% das intenções de voto. Eliziane Gama vem na segunda colocação com 7%, seguida por João Castelo com 4%; Bira do Pindaré e Rose Sales aparecem com 2%; Roseana Sarney, Ricardo Murad, Tadeu Palácio, Neto Evangelista, Luís Fernando e Roberto Rocha, estão empatados na última colocação com 1%; branco ou nulo somam 17% e 48% não souberam responder, o que totaliza 101%.
Contudo, a soma não poderia ultrapassar 100%, mas como ultrapassou em 1 ponto [o mesmo percentual dado a Roberto Rocha, Roseana Sarney e Ricardo Murad ambos na última colocação ao lado de Neto Evangelista, Luis Fernando e Tadeu Palácio], a porcentagem do levantamento acabou ficando incorreta.

O erro na soma da pesquisa não foi percebido e as porcentagens acabaram sendo divulgadas de forma incorreta em vários blogs.
E MAIS:
Além da Espontânea, os números não coincidem também no 1º cenário da modalidade Estimulada, conforme quadro abaixo.




QUANTOS E QUANDO?
Realizada pelo Instituto Exata, a pesquisa ouviu 800 eleitores entre os dias 2 e 4 de setembro. A margem de erro é de 4 pontos percentuais – para mais ou para menos – e 95% de confiabilidade.

Jornalista Dalvana Mendes

Nenhum comentário:

Postar um comentário