WB-Combate-Mosquito-960x90px

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Imagem de criança que vai a pé para escola repercute na internet

Uma imagem tem ganhado grande repercussão nas redes sociais. Trata-se de um estudante identificada apenas como ‘Pedrinho’, de 7 anos. A foto publicada pelo ex-vereador Walter Santos, mostra a criança andando descalça em uma estrada de terra no Povoado Mangueira do Pote, zona rural de Coroatá. Walter diz ter encontrado o menino já perto de casa, voltando da escola, que fica a 2 km (4 no total), com as sandálias nas mãos por conta das feridas nos pés.




Pelas andanças na zona rural de Coroatá encontrei esta criança de 07 anos vindo da escola! Pedrinho, olhos tristes, corpo queimado pelo sol, pés feridos pelas pedras e com fome, mas muito firme e determinado! Minha homenagem a vc Pedrinho pela força e coragem! Essa é a educação que esse inocente merece?”, escreveu Walter Santos.

A comoção e mesmo indignação com a realidade também foi comentada por outros usuários no facebook.

Sua indignação também é a minha e imagino que de muitos. Parabenizo pela atitude de registrar e oferecer a oportunidade de conhecer a realidade não mostrada pelos nossos governantes. E a defesa... ou melhor... a indefesa dos nossos pequeninos. Que mesmo não tendo condições de um transporte, mesmo assim sendo tão poucos alunos, não desistem dos sonhos por causa da distância e a fome. Isso é realidade que todo professor em zona rural enfrenta todos os dias”, escreveu Elaine Santos.


Com informações :Portal Coroatá Online 

3 comentários:

  1. Ora,vão se lascar, eu andei mais de 7 Km de casa para a escola nos anos 2000 a 2002. Aí compramos uma bicicleta...
    Cada qual usa dos recursos que tem. Não use dessa imagem para fins demagógicos e culpar os governantes como se quem o denunciasse tivesse a capacidade de resolver todos os problemas assim. Esse menino certamente mora na zona rural, se tem problemas financeiros certamente é em porque seus pais não quiseram trabalhar a terra e tirar a renda. Preferiram viver ludibriados pelo governo. Quer acaso que o governo pague mais para eles ficarem pobres?
    Antigamente meninos dessa idade poderia estar em uma oficina e ganhar renda. Mas o governo puni quem lhe dar essa oportunidade. Preferem premiar um professor que tá nem aí se está dando aula.

    ResponderExcluir