WebBanner_IPTUsite2

terça-feira, 14 de julho de 2015

CINTRA: ONDE FORAM PARAR OS 3 MILHÕES DE REAIS REPASSADOS PARA A ESCOLA?

Mais uma vez, o blog do Davi Max traz uma denúncia gravíssima sobre os repasses do Governo Estadual e Federal para a Fundação Nice Lobão ─ Cintra .
 O ponto a ser tratado refere-se à quantia que foi entregue para a Fundação, que nesses seis meses está sob os comandos da Diretora, Sra.Terezinha Bogea, e do Sr. Valmir Abreu. Foram repassados cerca de três milhões de reais para a Fundação. O mais incrível: para onde está indo esse dinheiro todo,  se  o Cintra  encontra-se em uma situação precária.



Outra coisa que chama atenção  é a quantia destinada à implantação das ações pedagógicas e educacionais no ensino fundamental. Foram enviados R$ 7.742,02 ( sete mil, setecentos e quarenta e dois reais e dois centavos).  Até o momento, ninguém sabe onde esse dinheiro foi aplicado.  O fato é que a Direção-Geral da Escola se nega em fornecer o relatório detalhado aos alunos e professores da instituição,  uma vez que eles solicitaram à Direção. Mas até o momento ─ NADA.
 Além disso, a quantia destinada à implantação das ações pedagógicas e educacionais no ensino médio foi de 136.627,12 (cento e trinta e seis mil, seiscentos e vinte e sete reais e doze centavos). Até o momento, a comunidade do Cintra não sabe aonde foi parar esse dinheiro todo. Onde estão investindo esse dinheiro?



 O titular do blog faz a seguinte pergunta: onde foram parar os 3 milhões de reais ?
A comunidade do Cintra tem que reagir e não aceitar esses desmandos que existem na escola.  Os alunos e professores não merecem mais uma gestão inoperante. Além do mais, uma gestão que nem sequer dialoga com os funcionários na instituição.
 O que está faltando é o Ministério Público da Educação  e a Polícia Federal investigarem  onde estão sendo aplicados os três milhões de reais que foram repassados à Fundação.
Em tempo: Há boatos no Cintra que a diretora-geral e a assessora do setor financeiro da instituição estão prestes a comprar um carro e uma casa à vista.
O blog abre o espaço para alguém da fundação se pronunciar.



Nenhum comentário:

Postar um comentário