Banner B

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Fraudes dos R$ 34 milhões na Univima ocorreram no comando de Olga Simão e José Costa

A Polícia Civil divulgou no final da tarde desta quarta-feira(27), as informações que delataram todo o esquema fraudulento  do grupo que agia dentro da Universidade Virtual do Maranhão ( UNIVIMA), no período de 2010 a 2013, durante a gestão de Roseana Sarney.
De acordo com a polícia, o esquema funcionava da seguinte forma: os ordenadores de despesa do órgão realizavam pagamentos normais aos credores do órgão, que tinham contratos em vigor e que apresentaram faturas a serem pagas.
Olga Simão e José Costa comandaram o órgão
 durante o período que a UNIVIMA foi roubada.
Depois da emissão das ordens bancárias e de confirmar o pagamento pelo banco, o responsável pelo setor financeiro cancelava o pagamento no sistema Siafem e lançava novo pagamento, dessa vez, para empresas fantasmas, usadas apenas para desviar os recursos públicos. A fraude foi realizada durante três anos.Nesse período, os órgãos foram comandados pelos ex-secretários Olga Simão e José Costa.
As ações integram o plano de metas estabelecido pelo governador Flávio Dino para garantir o combate à corrupção e controle social das contas públicas no Estado. Também com este intuito, o atual governo criou a Secretaria de Transparência e Controle (STC), com a missão de assistir direta e imediatamente no âmbito da defesa do patrimônio público.
“O objetivo primordial é o combate à corrupção, narcotráfico e homicídio, haja vista que este tripé, de forma direta, infelizmente, é responsável por grande parte da violência do estado”, disse o secretário de Segurança Pública, Jefferson Portella.

Nenhum comentário:

Postar um comentário