WebBanner_IPTUsite2

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Sarney e Murad reagem contra fim de privilégios no sistema de saúde

Por meio das redes sociais, o governador Flávio Dino condenou o desvio de dinheiro público na área de saúde às custas de vidas e sofrimento.

A realização de concurso de projetos para substituição  das Oscips que atualmente prestam serviço à rede pública de saúde do Maranhão, gerou reação no grupo Sarney.

Com contratos sob suspeita e denúncias de desvios, a gestão de Ricardo Murad à frente da Secretaria de Saúde durante o governo Roseana Sarney produziu escândalos nacionais, além do colapso do sistema de saúde no Estado.  Com a a substituição das entidades que prestam serviço para a área de saúde, o grupo que controlava politicamente o estado se uniu para tentar impedir o fim de privilégios.

O governador do Maranhão, Flávio Dino, comentou a reação do grupo Sarney contra a moralização do sistema de saúde: ” Nesse processo de mudança de modelo, quem mais grita é quem mais está ganhando dinheiro com o modelo atual. Defesa de lucros privados. Roubo de dinheiro publico é um grave crime. Roubar dinheiro da saúde, às custas de vidas e sofrimentos, é crime hediondo”, disse Dino neste domingo (05) por meio das redes sociais.

O governo do Maranhão recebeu 39 inscrições de entidades para a realização de concurso realização do concurso que  deverá reestruturar o sistema de convênios firmado por meio de Oscips e Organizações Sociais  para a contratação de médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e profissionais afins, e tornar o processo democrático com a seleção de organizações de maneira transparente para melhorar a qualidade dos serviços de saúde pública prestados à população maranhense.

O secretário de Estado de Saúde, Marcos Pacheco, garante que os princípios constitucionais, que regem a administração pública serão cumpridos na realização do concurso de projetos das Oscips. “O concurso terá obediência rigorosa aos princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade e eficiência. Não existirá mais caixa preta na saúde. Todos os processos são despolitizados, pois estamos aqui para cuidar da saúde das pessoas”, disse o secretário

Nenhum comentário:

Postar um comentário