WB-Combate-Mosquito-960x90px

terça-feira, 20 de maio de 2014

Rodoviários transferem começo de greve para quinta-feira


A greve dos rodoviários do fretamento e do transporte intermunicipal de passageiros segue por tempo indeterminado para reivindicar uma série de melhorias trabalhistas. Por conta disso, o presidente do Sindicato dos Rodoviários, Gilson Coimbra, antecipou, ao O Imparcial Online, que adiará em um dia a greve dos ônibus urbanos – que circulam pelos bairros de São Luís.

A paralisação dos motoristas, cobradores e fiscais de ônibus da capital, que teria início à meia-noite desta quarta-feira (21), foi transferida para a quinta-feira (22). "Como temos outras duas categorias em negociação resolvemos esperar mais um pouco para começar outra. É mais uma medida paliativa para evitar qualquer problema", disse.

No entanto a manobra pode ser uma estratégia da Assessoria Jurídica do sindicato para saber se apenas 30% da frota de ônibus vai circular como determina a lei de greve, ou se os coletivos, em sua totalidade, não saiam das garagens.

A principal reivindicação dos trabalhadores é com relação a um reajuste salarial de 25%, aumento no valor do ticket-alimentação, que passaria de R$ 429,00 para R$ 600,00; inclusão de um dependente no plano de saúde; redução da jornada de trabalho de oito para seis horas diárias; e seguro de vida obrigatório no valor mínimo de 10 vezes o valor do salário, conforme determinada a Lei Federal 12.619/2012.

Fonte : O Imparcial

Nenhum comentário:

Postar um comentário