WebBanner_IPTUsite2

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Sonegação premiada! Acusado de corrupção vai comandar maior orçamento do Governo EdeH


Ancorada na boa atuação do secretário de governo, Lula Filho como vilão, a novela 'Casos de Sonegação' pode chegar ao fim sem muita novidade para acrescentar. E o pior: premiando seu principal personagem com um final feliz.


Longe de agradar a opinião pública ludovicense que aguardava outro desfecho, a trama envolvendo o governo Edivaldo Júnior, mostra que o crime compensa quando se trata de corrupção na administração pública.


Isso porque na manhã de hoje, a população da cidade, foi surpreendida com a notícia de que Lula Filho iria substituir a médica Helena Duailibe na Secretaria Municipal de Saúde de São Luís.


Não é para menos. Desde o início do mês passado, a imprensa vem divulgando "baixas-indevidas" de débitos tributários de empresas ligadas a Lula Filho. Com a descoberta, veio à tona um esquema que teria causado perdas aos cofres do município que ultrapassam os R$ 200 milhões. Quando todos achavam que o prefeito Edivaldo iria reagir punindo seu principal auxiliar de governo, eis que vem a surpresa: ele o ‘premiou’ com a pasta de maior orçamento da Prefeitura.


R$ 742.118.248,72 milhões. Esse é o valor que Lula Filho terá para administrar a Secretaria Municipal de Saúde. O novo titular da Semus assume o cargo em meio às denúncias sobre débitos de suas empresas que desapareceram do fisco da capital. E se o Ministério Público do estado não fraquejar, a situação tende a complicar.


Desde a última segunda-feira, a força-tarefa organizada pela Procuradoria Geral iniciou um trabalho com o foco em processos que investigam corrupção, um dos casos alvo dos promotores da área da probidade administrativa, segundo o blog apurou, seria o esquema de sonegação fiscal na Semfaz envolvendo Lula Filho. A Prefeitura de São Luís já teria sido, inclusive, notificada para explicar as denúncias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário