WebBanner_IPTUsite2

domingo, 19 de fevereiro de 2017

Rose Sales: Queremos a reforma da feira do Anil concluída




Por Rose Sales - A luta pela reforma da Feira do Anil é um embate, que travamos ao lado dos feirantes, desde a gestão do ex-prefeito, João Castelo (in memorian).
Nessa semana, no calendário de nossa luta pela REFORMA TOTAL DA FEIRA DO ANIL, registram-se o período de 4 (quatro) anos de duro embate pela conclusão dessa obra e a postura irresponsável e desrespeitosa do atual Prefeito, Edivaldo de Holanda Júnior. Uma vergonha!
Todos vocês que nos acompanham sabem que a parte detrás do telhado caiu em 13/2/2013; e, que atendendo ao nosso pedido, o prefeito determinou a reforma global da feira, em caráter emergencial, naquela data. E, que só foi iniciada a reforma, em 12/2/2014, quase 12 meses depois da queda do telhado, devido ao desgastante trabalho de acompanhamento e de movimentação do processo de reforma nos órgãos municipais, durante o exercício de 2013.
Havia um prazo de 90 (dias) para a execução da obra e até agora, 4 (quatro) anos depois, a reforma não foi concluída.
A estrutura que hoje se encontra, mesmo funcionando parcialmente, ou seja, de maneira incompleta, deve-se a nossa persistência e luta constante, Rose Sales e os feirantes, senão, nem nesta condição estaria. Pois, a Prefeitura entregou em maio de 2015, em estado bem pior que o atual, e não aceitamos, e tiveram que fazer várias melhorias e adequações, para então organizarmos a mudança (junho/2016) para o espaço que está em funcionamento.


Foram mais de R$ 2.200.000, (dois milhões e duzentos mil reais), pagos pela Prefeitura à empresa contratada para garantir uma nova estrutura à Feira, com bancas, boxes, praça de alimentação, projetos - de drenagem, de esgotamento sanitário, de iluminação, nova fachada, novo piso, etc.
EM QUE FOI APLICADO ESSE DINHEIRO, SE A ESTRUTURA ANTERIOR FOI REAPROVEITADA EM GRANDE PARTE DOS SERVIÇOS, E A FEIRA DO ANIL CONTINUA INACABADA?
De 11 a 17/2/2017, finalizamos com os antigos feirantes que ficaram sem boxe, e também, com aqueles que ficaram em pontos improvisados, a nossa Representação que impetramos no MPE – Ministério Público Estadual. No dia 14/2/17, protocolamos a Representação na Promotoria da Probidade Administrativa; dia 16/2/2017, fizemos o acompanhamento do processo no gabinete do Promotor, Dr. Lindonjonson Gonçalves. Na ocasião, fomos informados da instauração do INQUÉRITO CIVIL e do envio de ofício ao Secretário da SEMAPA – Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento, para manifestação, no prazo de 10 (dez) dias.

A NOSSA LUTA CONTINUA! QUEREMOS A REFORMA DA FEIRA DO ANIL CONCLUÍDA, DEFINITIVAMENTE!

Nenhum comentário:

Postar um comentário